Reportar erro
Colunas

"Totalmente Demais" tem estreia com bons pilares folhetinescos

A coluna "Enfoque NT" analisa estreia de nova novela das 19h

marinaruybarbosatotalmentedemais.jpg
A protagonista de "Totalmente Demais", Marina Ruy Barbosa - Divulgação/TV Globo
Thiago Forato

Publicado em 09/11/2015 às 20:52:03

Estreou nesta segunda-feira (9), a nova novela das 19h da Globo, “Totalmente Demais”, escrita por Rosane Svartman e Paulo Halm, com direção geral de Luiz Fernando Rios.

Começando por uma abertura moderninha cantada por Anitta, “Totalmente Demais” mostra muito de um folhetim tradicional, a história de uma mocinha sofredora, Elisa (Marina Ruy Barbosa), vivendo com a mãe, dois irmãos e um padrasto rude que não suporta.

Apenas no núcleo principal, há uma série de pontos a serem explorados pelos próximos meses, como o suposto interesse do padrasto na enteada e a morte de seu pai que segundo a mãe, Gilda (Leona Cavalli), morreu. Elisa, claro, desconfia da versão contada e aposta que ele apenas a abandonou sem deixar rastros, na esperança de que um dia ele voltará. Marina Ruy Barbosa, aliás, convenceu na condição de protagonista, com caracterização bastante competente por parte da novela.

[galeria]
Somente porque é um folhetim tradicional, com um enredo sem grandes novidades no que tange ao aspecto central, não quer dizer que ela seja menos interessante que outras. Autores das duas últimas temporadas de “Malhação”, há motivos para acreditar que Rosane e Paulo saberão contar essa história.

O primeiro capítulo teve uma narrativa bastante agradável com um bom ritmo, apresentando Carolina (Juliana Paes) na posição de uma dona de revista, a Totalmente Demais, conquistando corações por onde passa, até mesmo de seu motorista, Florisval (Aílton Graça).

Outro mulherengo recorrente em novela das 19h é Humberto Martins, dessa vez na pele de Germano, casado com Lili (Vivianne Pasmanter).

Núcleo cômico

Toda novela que se preze, principalmente às 19h, tem que ter uma boa dose de humor e, sabendo disso, “Totalmente Demais” conta com uma família que promete adicionar esse elemento à trama. O ex-"Casseta" Hélio de la Peña é Zé Pedro, casado com Dorinha (Samantha Schmutz), classe média, com dois filhos “pestinhas” e “destruidores” na arte da traquinagem. No primeiro capítulo, o filho do casal conseguiu inundar a casa, e tiveram que recorrer à irmã de Dorinha, Carolina, se hospedando em seu apartamento por tempo indeterminado.

Fábio Assunção é Arthur, um galanteador incontrolável e ele quem será o responsável por movimentar também o núcleo de Elisa, tirando a moça do “inferno” que ela mesmo diz que se encontra e ter um romance com Carolina. Nada muito diferente do que o ator já tenha feito na carreira. Portanto, o telespectador se “acostumou” a vê-lo nesse tipo de papel.

Já Felipe Simas como Jonatas, também promete bons conflitos em seu núcleo com a chegada de Elisa juntos pelos semáforos, e com a grande mentira de que contou para sua mãe, que pensa que ele tem um emprego estável com carteira assinada, quando ele apenas vende balas nos cruzamentos da cidade.

Projeção

“Totalmente Demais” tem bons pilares e personagens bem delineados para o desenvolvimento de uma boa história. Resta saber se os autores vão saber conduzir a trama, coisa que não aconteceu com sua antecessora.

Nota: No artigo anterior, intitulado de “É de Casa’’ peca por excesso de apresentadores e pautas surradas”, foi informado que a atração da Globo não havia vencido o SBT desde a estreia. Na verdade, o matutino venceu a emissora de Silvio Santos no dia 31/10 por 6 a 5 e anteontem (7), os consolidados apontaram nova vitória da emissora carioca, por 7 pontos a 6 contra a rede de Silvio Santos.


Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há dez anos e assina a coluna Enfoque NT há quatro, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele: thiagoforato@natelinha.com.br  |  Twitter: @tforatto

Mais Notícias