Reportar erro
Colunas

Sarah Oliveira vira exemplo de qualidade na TV por assinatura

Antenado

saraholiveira-caladanoite.jpg
Fotos: Divulgação
Redação NT

Publicado em 03/10/2015 às 17:54:27

Amigos, um aviso importantíssimo: a partir deste sábado (03), o "Antenado" torna-se uma coluna exclusivamente de TV por assinatura brasileira. Grandes estreias, bastidores e programas de TV paga serão discutidos neste espaço. A intenção é falar apenas de produções nacionais e canais que fazem parte do line-up com muita opinião. Espero que gostem e que sigam comigo nesta nova fase da coluna.

Certamente um dos canais que mais produz conteúdo nacional, o GNT tem uma grande gama de programas, tanto para o público feminino - que é o maior alvo do canal - quanto para quem gosta apenas de uma boa atração.

Nos últimos tempos, quem tem me chamado a atenção na emissora de variedades da Globosat é Sarah Oliveira. Creio que muita gente remeta o nome dela a época em que apresentava o "Disk MTV" . Eu a conheci lá, quando via a parada dos dez clipes mais pedidos, mas nunca parei de acompanhar seus projetos. Os dois mais recentes me chamaram a atenção quando pude vê-los no Globosat Play.

O primeiro é o "Viva Voz", onde Sarah recebia grandes personalidades brasileiras para uma conversa a partir das impressões que pessoas comuns e anônimas das ruas tinham sobre ela. eu destaco duas edições em específico, principalmente para quem gosta de TV: a entrevista do autor Silvio de Abreu e a da atriz Beatriz Segall. Vale demais a pena assistir.

O segundo é mais recente, mas não menos importante. Neste ano, Sarah estreou o "Calada Noite", onde conversa com personalidades que tem uma relação mais próxima com a noite. O grande achado do programa são as entrevistas acontecerem justamente no espaço noturno que estas pessoas mais gostam. O papo, normalmente, é de alto nível e divertido para quem está em casa.

Me impressiona a qualidade e carisma de Sarah frente às câmeras, e a capacidade dela e de sua equipe em formar bons projetos para a TV paga, agregando não só ao público, mas para o GNT. Sua qualidade como entrevistadora e de sair do lugar comum de seus programas é excelente.

Hoje, Sarah Oliveira certamente é um exemplo a ser seguido para a TV por assinatura brasileira. É possível criar novos formatos interessantes, e que somem apelo junto ao público, com qualidade. O "Viva Voz" e o "Calada Noite" são provas disso.
 

Gabriel Vaquer escreve sobre mídia e televisão há vários anos. No NaTelinha, além da coluna “Antenado”, assinada todos os sábados, é responsável pelo “Documento NT” e outras reportagens. Converse com ele. E-mail: gabriel@natelinha.com.br / Twitter: @bielvaquer

Mais Notícias