Reportar erro
Colunas

O SBT e sua insistência com o "Caso Encerrado"

Enfoque NT

c8e152ef54eb501862a70faace48557d.jpg
Reprodução
Thiago Forato

Publicado em 24/07/2014 às 17:51:04

O SBT sempre teve suas peripécias e continuará tendo enquanto Silvio Santos estiver no comando da emissora.

No último verão, o animador teve a fabulosa ideia de lançar um programa hispânico da Telemundo dublado na faixa das 18h30 de nome “Caso Encerrado”. Horário muito problemático há algum tempo. Por ali passou de tudo: jornalístico, policial, séries, desenhos, games... Resultados satisfatórios, no entanto, apenas o “Chaves” conseguiu, que retomou a boa audiência nos últimos meses.

A ideia, é claro, não funcionou, o programa foi claramente rejeitado por todas as faixas que passou alcançando pífios 2 pontos no Ibope. Não deu certo às 18h30, no começo da tarde e muito menos no sábado à noite, onde também existem problemas há muito tempo. Diversas produções por ali passaram e nada resultaram.

A insistência com o “Caso Encerrado” continua e ele está de volta neste sábado (26) logo após o “Cine Família”, ocupando o lugar do cancelado "Arena SBT". Nos últimos tempos, filmes é o que mais têm tido desempenhos razoáveis contra o “Zorra Total” e o “Legendários”.

Não dá para entender. O programa não deu certo em nenhum momento, e ele ainda, por alguma razão, tem crédito com o patrão. Enquanto isso, o “Arena SBT” que poderia ser mais bem aproveitado às 22h30, é rifado de vez da grade. Não foi testado da maneira correta. Num primeiro momento, recebia do próprio “Caso Encerrado” e depois dos filmes, um pouco tarde, onde o share era mais baixo e a concorrência já estava embalada com o “Altas Horas” e o “Legendários”.

É claro, os resultados dificilmente ultrapassariam os 5 pontos. Mas isso é o que o “Cine Família” já dá. O que poderia dificultar a continuidade do “Arena” são os aspectos financeiros. Pode ser mais barato e prático simplesmente continuarem exibindo fitas de filmes, como de fato, vão fazer.

O “Arena SBT”, que começou confuso e sem personalidade, foi aparando as arestas e com sua equipe bastante competente, estava encontrando seu caminho. Como o SBT não tem direitos de futebol, pode ser que tenha se tornado ilógico manter um programa com essa finalidade na grade após o ciclo da Copa do Mundo.

O “Caso Encerrado” também tem prazo de validade e não deve durar mais do que quatro ou cinco semanas com a audiência baixa que vai apresentar... Mais uma vez.


Contatos do colunista: thiagoforato@natelinha.com.br - Twitter: @Forato_

Mais Notícias