Reportar erro
Colunas

Olhar TV: Relembre "A Viagem", a próxima novela do canal Viva

547ce6555aadaaf0e2be6affe6856358.jpg
Divulgação
Taty Bruzzi

Publicado em 04/12/2013 às 16:04:14

O Viva já tem o nome do próximo folhetim que ocupará sua grade em abril de 2014: o remake de “A Viagem”, de Ivani Ribeiro, exibido pela TV Globo em 1994 e reprisado pelo "Vale a Pena Ver de Novo" nos anos de 1997 e 2006.

Lançada originalmente em 1975 pela extinta TV Tupi, a novela começa com um assalto planejado por Alexandre Toledo (Guilherme Fontes), playboy viciado em álcool e drogas.

Surpreendido, ele perde o controle e mata um inocente, tornando-se fugitivo da polícia. Filho de gente classe média-alta, o rapaz pede arrego primeiramente ao irmão mais velho, Raul (Miguel Falabella) e depois a Téo (Maurício Mattar), o cunhado.

Como ambos eram honestos, tentam convencê-lo a se entregar. Irredutível, Alexandre decide fugir e é preso, graças a denúncia dos dois, e tem seu julgamento marcado.

A partir daí, a vida de Dináh (Christiane Torloni), a irmã predileta de Alexandre, e do poderoso advogado Otávio Jordão (Antônio Fagundes), se cruzam. Ela tenta convencê-lo a defender o irmão, sem saber que a vítima era seu amigo.

Como prometido à família, Otávio consegue a condenação de Alexandre por mais de 20 anos. Preso, abandonado pela namorada, Lisa (Andrea Beltrão), e com ódio de todos, o jovem se suicida na cadeia.

Porém, antes da sua condenação, ele havia prometido vingar-se de todos os que o colocaram atrás das grades, mesmo depois de morto. E assim começa a trama que abordava a vida após a morte.
 


A Vingança
                        
Alexandre vai parar no Vale dos Suicidas, um lugar frio e apavorante. No entanto, ao invés de procurar se redimir e ir em busca da luz, fica cada vez mais próximo das trevas ao colocar em prática seu plano de vingança.

Então, ele passa a influenciar negativamente todos os que, ao seu ver, foram culpados pelo o que aconteceu com ele. Raul é o primeiro a sofrer quando o irmão influencia negativamente dona Guiomar (Laura Cardoso), a sogra dele.

Se antes ela o tratava como filho, depois consegue atrapalhar o casamento dele com Andrezza (Thaís de Campos), sua filha. Já Téo se separa de Dináh e se envolve com Lisa, a ex-de Alexandre.

Sob a influência do espírito obsessor, ele despreza a namorada e começa a atrapalhar a vida da ex-esposa, que a essa altura vive um romance com Otávio, seu amor de outras vidas.

O destino do advogado, responsável direto pela condenação de Alexandre, é mais severo. Tomado pelo ódio, o rapaz provoca um acidente e, consequentemente, a morte de Otávio.

Desesperada, Dináh questiona a existência de Deus e cabe a Dr. Alberto Rezende (Cláudio Cavalcanti), amigo da família e espírita praticante, ajudá-los a entender tudo o que aconteceu, além de orientar Alexandre em busca de salvar sua alma.

A missão do médium se torna mais fácil quando Dináh também morre. Assim como Otávio, ela vai para a colônia Nosso Lar, um lugar onde se encontra somente espíritos evoluídos, mas por amor a Alexandre, ela segue até o Vale dos Suicidas para tentar convencê-lo a deixar as pessoas na terra em paz.    
 
Curiosidade

 
Guilherme Fontes, que interpretou o vilão Alexandre, era protagonista e antagonista ao mesmo tempo, pois dividia a trama principal com Christiane Torloni e Antônio Fagundes. Curiosamente, os três personagens fizeram "a viagem" na qual o título se refere.

Mais Notícias