Reportar erro
Colunas

Roda o VT: O programa especial "Vem Aí", da Globo

7183c5ae23c8fd55fd09ef6b6dedf385.jpg
Recém-contratado Marcelo Adnet foi uma das atrações do "Vem Aí" - Foto: Divulgação/TV Globo
Redação NT

Publicado em 01/04/2013 às 19:19:52

A Rede Globo exibiu um especial na última quinta-feira (28) para divulgar a sua nova programação. Gravado antecipadamente, com ares de megashow, produção impecável e contando com os principais nomes de seu elenco, a emissora procurou inovar na comunicação com o público, mas pecou na falta de carisma e na ausência de espontaneidade das estrelas, fora de seus ambientes habituais.
 
Costumeiramente, a Globo anunciava seus novos produtos apenas por meio de chamadas nos intervalos comerciais, reservando as mais longas para as novelas, os eventos esportivos e os pacotes de filmes. Dessa vez optou-se por criar um programa próprio para tanto. Uma mistura de "Show da Virada" e prêmio "Craque do Brasileirão", com conteúdo "Video Show". Ou seja, um espetáculo tecnicamente perfeito, porém um tanto frio, com piadinhas causadoras de riso amarelo, e uso e abuso da metalinguagem televisiva. Ainda teve toques de especial do Roberto Carlos, dada a quantidade de celebridades na plateia. A atualidade dos musicais fez o programa lembrar um pouco o "Sabadão" do Gugu, especialmente na vez do Daniel cantar.
 
Os resultados em audiência não foram surpreendentes. A Globo venceu no Ibope, com boa vantagem sobre "A Praça é Nossa", do SBT. Mas é de se questionar a necessidade de um evento desse porte unicamente para mostrar as novidades, que nem eram tantas assim, já que a maioria das atrações anunciadas se tratava de novas temporadas de programas já conhecidos. E, principalmente, porque o público da emissora é cativo e fidelizado.
 
Serviu, sim, para que a Globo mostrasse às concorrentes o poderio de suas armas. No estilo da Coreia do Norte, mas sem blefe.
 
 
Hamilton Kenji é titular dos blogs obaudosilvio.blogspot.com, letrasdotrem.blogspot.com e transcendentes.blogspot.com
 
Mais Notícias