Reportar erro
Colunas

Direto da Telinha: Record volta a agir por impulso e encerra "Rebelde"

img20121002145614.jpg
Divulgação/TV Record
Redação NT

Publicado em 02/10/2012 às 17:53:08

O núcleo de novelas da Record, no RecNov, assim como fãs e telespectadores, foram surpreendidos com uma importante notícia na manhã desta terça-feira (02). "Rebelde", que está no ar desde março de 2011, teve seu fim oficialmente decretado para a sexta-feira da semana que vem, dia 12 de outubro.
 
Até então, a novela estava prevista para acabar no fim de novembro. Houve uma remarcação para o começo do mês e hoje chegou-se à data final, que é em exatos nove capítulos.
 
Com esta atitude, percebe-se mais uma vez que a emissora age por impulso e trata, da pior forma, os poucos fãs que ainda restaram da história adaptada da Televisa.
 
Além das constantes mudanças de horário ("Rebelde" já chegou a bater com a novela das seis como também já herdou migração da novela das nove) e de roteiro, o telespectador ainda terá que lidar com este fim antecipado e pouco planejado.
 
A tomada da decisão por impulso chega a ser tão grande que a Record sequer sabe o que irá ocupar o horário a partir da segunda-feira seguinte ao fim de "Rebelde". E a partir deste dia é que será constatado que o término antecipado de nada adiantou, já que dificilmente outro produto da casa ultrapassará a casa dos 4 pontos em concorrência com a reta final de "Avenida Brasil".
 
Apesar de seus pesares, "Rebelde" tem fãs e pertence a um mercado que a Record não tinha formado até então, que é o de crianças e adolescentes. O alto potencial que a banda teria de conquistar mais shows e vender mais CDs, álbuns e brinquedos licenciados para o Natal também acaba de cair por terra. Também foi jogada fora a possibilidade de buscar reerguer a produção posicionando em um outro horário, longe da concorrência com a novela das nove, a produção de maior audiência de todo o Brasil e que está prestes a se encerrar.
 
Daqui a algumas semanas será possível avaliar que a emissora errou como errou com a reprise de "Vidas Opostas", que chegou a ter mais de cinco capítulos compactados em um devido aos seus 4 pontos de média. Todos os holofotes passaram a ser para a então bem sucedida "CSI" e seus novos episódios que no final registraram os mesmos 4 pontos de média. "Vidas Opostas" poderia estar até hoje na grade com resultado similar, com respeito ao público e um faturamento razoável, levando em conta que o "Tudo a Ver", que ocupa parte do horário, com seus 2 pontos não deve chamar tanta atenção do mercado publicitário.
 
Outro prejuízo pelo fim de "Rebelde" é que a emissora mais uma vez encerra o primeiro horário de novelas sem uma substituta. "Rebelde", que relançou a faixa, terminará com ela até o começo do próximo ano, quando uma nova trama adaptada irá estrear - possivelmente "Patinho Feio".
 
Por fim, resta desejar que ao menos a emissora saiba valorizar os bons talentos na equipe, como diretores, autores e atores e os mantenha no casting tendo em vista uma nova produção.
 
 
O que você achou dessa decisão da Record? Envie um e-mail para diretodatelinha@natelinha.com.br e converse com o colunista.
 
 

 

Mais Notícias