Reportar erro
Hebe

Direto da Telinha: Hebe e a RedeTV!; erros, egos e acertos

Direto da Telinha: Hebe e a RedeTV!; erros, egos e acertos

img20120903150259.jpg
Divulgação/RedeTV!
Redação NT

Publicado em 03/09/2012 às 18:01:48

Desde o mais antenado até o menos interessado, o telespectador brasileiro parou para ver uma chamativa manchete de jornal. "Hebe Camargo assina com a RedeTV!" - e suas diversas variáveis - mostravam que aquela, que era uma das maiores "caras" do SBT, estava de saída e de malas prontas para um outro canal de televisão após mais de 20 anos dedicados a Silvio Santos.

Hebe assinou com a RedeTV! em dezembro de 2010 após muito se queixar de problemas pontuais no SBT. Os problemas, que evoluíram gradativamente até chegar ao bolso da apresentadora, fizeram com que ela tomasse uma decisão surpreendente e passasse a integrar o casting de seu então amigo pessoal Amílcare Dallevo.

Menos de dois anos depois e com contrato ainda vigente, Hebe Camargo está fora da RedeTV!. Uma passagem tão rápida que em nada se compara ao tempo que passou na antiga emissora. Uma passagem marcada por altos e baixos - com poucos altos e muitos baixos e desgastante para todos os lados.

Saiba mais: Hebe Camargo oficializa saída da RedeTV!, diz colunista

O caso Hebe pode ser sintetizado por erros, egos e caprichos por parte da RedeTV! e da própria Hebe Camargo. E ao mesmo tempo, mostra que Silvio Santos, por mais que todos falassem o contrário, mais uma vez estava certo e à frente de seu tempo.

Hebe quis deixar o SBT, onde tinha proposta de R$ 250 mil mensais, para ganhar o dobro na RedeTV!. A princípio seria algo interessante, embora a animadora não tenha problemas financeiros. Outro ponto que pesou foi que Hebe transparecia não se sentir mais tão privilegiada dentro da grade do SBT. Na RedeTV!, devido a ausência de estrelas, ela seria a maior e poderia voltar a ser valorizada da forma que queria.

No decorrer de quase dois anos, o que se viu foi que Hebe não conseguiu emplacar seu programa, teve a rejeição de alguns nomes e veto de outros (a famosa lista dos que eram "persona non grata" na RedeTV) e no começo deste ano parou de receber seus vencimentos. Ou seja, trabalhava de graça.

O que aconteceu? Por que Silvio Santos não cobriu a proposta da RedeTV!? Por que Silvio Santos era tão injusto com os horários de Hebe? Hoje, depois de quase dois anos de insucesso, estas perguntas podem ser mais bem respondidas.

O fato é que o mercado mudou e Hebe não percebeu. Hebe Camargo já foi uma apresentadora que rendia uma das cinco posições de maior audiência do SBT. Quando deixou a emissora, era uma das mais baixas. Índices na casa dos 17 pontos foram reduzidos a 4, 5. Ou seja, deixava de ser um produto tão interessante para ser apenas um produto tradicional.

Silvio Santos, atento às mudanças do mercado, reduziu Hebe. Com menos Ibope e com menos atenção, nada mais natural que o salário fosse menor. A época dos super salários já se foi. Gugu foi embora por este motivo. Ratinho, Raul Gil e outros, acostumados com cifras milionárias, tiveram que se adaptar a novos modelos, até porque já não rendiam mais os resultados de antigamente. Por que teria que ser diferente com Hebe?

Hebe acreditava que merecia mais. Não que não merecesse. Mas o mais saiu por menos. A RedeTV! é uma emissora com pouca estrutura e que enfrenta problemas para fazer televisão. E, como se não bastasse, agora sequer o salário de sua maior estrela passou a pagar corretamente. O canal quis dar um passo maior que poderia, puramente por questões de ego e por querer ter uma apresentadora do porte de Hebe Camargo em seu casting por mais que isso lhe custasse um dinheiro que não tinham a disposição.

Infelizmente, a história termina mal. Hebe, mesmo doente e sem receber há quase um ano, deve rescindir seu contrato. E é possível que ela volte ao SBT, desta vez ciente dos motivos que levaram Silvio Santos a ter feito o que fez.

A RedeTV!, por sua vez, pouco mudará. A emissora já estava em baixa e continuará em baixa. Não se podia esperar atitude diferente de um canal em que donos preferem fazer caixa ou bancar caprichos pessoais mirabolantes a fazer justiça e pagar corretamente os profissionais que trabalham para que eles tenham o conforto financeiro que têm. 

O que você pensa sobre uma possível volta de Hebe ao SBT? Envie um e-mail para diretodatelinha@natelinha.com.br e converse com o colunista.


 

Mais Notícias