Reportar erro
Colunas

Papo de Bola: Semifinal do Mundial sem rede na Globo pois "não era jogo decisivo"

img20111215123316.jpg
Foto: Leandro Amaral/Divulgação Santos FC
Redação NT

Publicado em 15/12/2011 às 15:29:14

A transmissão de Santos x Kashiwa Reysol na TV Globo para SP, nesta quarta-feira (14), começou depois das 8h20. O "Bom Dia Brasil" teve uma entrada ao vivo do repórter Marcelo Courrege direto do estádio e, no final dela, deu "fade". Enquanto na rede nacional Renata Vasconcellos chamou Zileide Silva para a sequência do noticiário, os paulistas viram Renata e Chico Pinheiro em final gravado, chamando para a sequência a narração de Cléber Machado. Detalhe estético da transmissão: a Globo não usou o GC do placar padronizado da FIFA e sim o seu normal, dos demais campeonatos. Ao mesmo tempo que a bola rolava, Ana Maria Braga fazia sua mescla habitual no "Mais Você", indo de uma entrevista com os pais de uma jovem assassinada em São Paulo até um passo-a-passo de tererê de pé, passando por culinária oriental. O povo no Twitter que não tinha outras alternativas além da Globo ficou uma arara com a emissora.

"Como era uma semifinal e a maioria dos torcedores do Santos está em São Paulo, houve o entendimento de passar só para São Paulo, porque não é um jogo decisivo". Não é por nada, mas a justificativa da Central Globo de Comunicação é... é... olha, sem comentários. Restringir o Santos a um clube basicamente de SP já é algo questionável, pra começo de conversa. Mas o argumento de que a semifinal "não é um jogo decisivo" beira o inacreditável. Se isso fez com que todo o país acompanhasse o "Mais Você" e o "Bem Estar" (este exibido para os paulistas após o jogo, com cerca de meia hora de atraso para a rede), por que as semifinais São Paulo x Al-Ittihad de 2005, Internacional x Al-Ahly de 2006 e Internacional x Mazembe de 2010 foram exibidas em rede nacional? Expliquem de novo a situação, pois essa não convenceu.

Apenas para recordar, pois me ocorre a lembrança: ano passado, quando o Campeonato Carioca "acabou antes do fim" pelo Botafogo vencer os dois turnos e ficarem abertos dois domingos de futebol, a Globo mostrou os dois Santos x Santo André da decisão do Campeonato Paulista para o Rio de Janeiro e demais praças que acompanharam o certame fluminense. Por que daquela vez o tratamento foi um e agora foi outro, sendo que não há nem como comparar um torneio com outro, já que, como diria o corretor de imóveis, o Paulistão e todos os outros Estaduais do Brasil são JKs em reformas e o Mundial de Clubes é uma mansão de luxo?

Ainda bem que domingo a decisão Santos x Barcelona será para todo o país pela Globo. Mesmo assim, periga ter muitos ficando em dúvida e só acreditando quando efetivamente verem a partida passando nela. Não que duvidem desta informação, mas a impressão deixada hoje ao não abrir a semifinal em rede nacional foi muito negativa.

Fox agitando o mercado brasileiro


A Libertadores de 2012 será exclusiva da Fox Sports Brasil em canal fechado. Marcelo Campos Pinto, diretor da Globo Esportes, confirmou ao UOL Esporte a ausência do Sportv da transmissão e também a permanência da TV Globo em canal aberto. Diretor esportivo do novo canal, Márcio Moron informa que serão mais de 70 pessoas atuando na sede no Rio de Janeiro, sendo cinco narradores fixos, dois deles já contratados - só não se sabe quais, mas trabalharam no Campeonato Brasileiro de 2011.

A estreia da Fox Sports Brasil será em fevereiro de 2012, três dias antes da primeira transmissão, e a grade terá 11 torneios de tênis, cerca de oito eventos de velocidade - um deles a Nascar - e um pacote de lutas, no qual Moron não confirmou e nem desmentiu que possa estar o UFC, que nos Estados Unidos é pertencente justamente à Fox. Um que estará no novo canal, contou Ricardo Feltrin na Folha.com, é Eduardo Elias, desde este ano de 2011 apresentador do "Rock Gol" da MTV, para a qual foi após um tempão de ESPN Brasil.

Quem estaria na Fox Sports se dependesse da vontade deles é André Henning. Mas o narrador da TV Esporte Interativo renovou seu contrato até o final de 2016.

 

Edu César é colunista do NaTelinha e titular do site www.papodebola.com.br

 

Mais Notícias