Reportar erro
Exclusivo

Maria Melilo superou machismo ao vencer o BBB, há 10 anos: "Quebrei um estereótipo"

Várias mulheres foram campeãs após vitória da paulista, que viveu triângulo amoroso e enfrentou rejeição dentro do confinamento

Nestes 10 anos, Maria Melilo superou câncer e coronavírus - Foto: Reprodução/Instagram
Maria Melilo foi a terceira mulher a vencer o BBB, em 11 edições; outras sete vieram depois - Foto: Frederico Rosário/Globo
Walter Felix

Publicado em 19/01/2021 às 04:49:00

Quando Maria Melilo venceu o Big Brother Brasil, na 11ª edição, há 10 anos, apenas outras duas mulheres figuravam no rol de campeões do reality show da Globo. Nas nove temporadas que seguiram, sete prêmios de R$ 1,5 milhão foram para mulheres. Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, a atriz e modelo de 37 anos explica por que pode ser considerada uma precursora.

"Em 2011, quando ganhei o reality, foi diferente. Quebrei um estereótipo. Já depois, várias mulheres ganharam. Isso dá a entender que o público passou a se identificar mais com as mulheres nestes últimos anos", conta Maria Melilo. Se uma sister vencer o BBB21, que estreia na próxima segunda-feira (25), será a sexta seguida a levar o grande prêmio.

Antes de Maria, o BBB teve duas vencedoras: Cida, do BBB4, e Mara, do BBB6, ambas de origem humilde. Depois de Maria, vieram Fernanda Keulla (BBB13), Vanessa Mesquita (BBB14), Munik Nunes (BBB16), Emilly Araújo (BBB17), Gleici Damasceno (BBB18), Paula von Sperling (BBB19) e Thelma Assis (BBB19).

Em sua edição, Maria Melillo se meteu em um triângulo amoroso. No discurso da vitória, o então apresentador Pedro Bial destacou que a rejeição sofrida pela moça com o músico Maumau foi fundamental para a empatia do público. Já o médico Wesley, com quem engatou breve romance dentro e fora da disputa, foi vice-campeão daquela edição. No rastro do sucesso, ela lançou um livro, intitulado Desperte a Mulher Poderosa que Existe em Você.

Com a bolada que levou para casa, Maria investiu em imóveis e adquiriu o próprio apartamento, em São Paulo. Ela chegou a fazer trabalhos como atriz na TV, integrando o elenco do humorístico Casseta & Planeta Vai Fundo (2012), na Globo. Atualmente, ela trabalha em eventos e campanhas publicitárias.

 

Para Maria Melilo, BBB trouxe vitórias e frustrações: "Fui me decepcionando"

Maria Melilo superou machismo ao vencer o BBB, há 10 anos: \"Quebrei um estereótipo\"

A paulista de São Bernardo do Campo garante que nem tudo foi flores na trajetória após o confinamento. "Ao longo dos anos, fui me decepcionando com muitas pessoas e com as coisas que aconteceram. Por isso, o BBB teve um impacto bom e ruim na minha vida", reflete Maria.

De seus colegas de programa, ela só mantém contato com Daniel Rolim, com quem protagonizou cenas hilárias e que, assim como ela, caiu nas graças do público, garantindo o terceiro lugar. No ano passado, chegou ao fim o casamento de Maria com o empresário Arnaldo Pereira Filho, com quem estava desde 2019. O amor tinha acabado, como ela anunciou, na época.

Problemas de saúde também atormentaram a moça. "Passei por um câncer no fígado em em 2013 e pela Covid-19, no ano passado. Ambos foram um susto, mas já passou. Tudo foi um aprendizado", avalia. Às vésperas da estreia de um novo BBB, ela dá a deixa para que os futuros participantes mantenham-se, como ela, na lembrança da audiência.

"Acho que para se tornar um brother ou uma sister marcante, você tem que dar continuidade à sua carreira após o reality", aconselha ela, que também confessa: não é telespectadora tão assídua do programa que a consagrou. "Alguns anos eu acompanho, outros não. Tudo depende da minha agenda e do elenco que está na casa. Igual novela, sabe? Umas mais legais, outras mais chatas", conclui.

Mais Notícias