Reportar erro
Apenas 23 anos

Quem vê close, não vê corre: Jojo Todynho antes de A Fazenda 2020

Funkeira tem história de luta até chegar o estrelato

Imagem de divulgação de Jojo Todynho
Jojo Todynho está no elenco de A Fazenda 2020. Divulgação
Luana Benedito

Publicado em 18/11/2020 às 06:39:00

Jojo Todynho é, sem dúvidas, um dos grandes nomes de A Fazenda 2020. A funkeira é a rainha dos memes desde o primeiro dia do reality show, a cantora tem também um arsenal de frases de efeito, de fazer inveja a qualquer coach motivacional, ela tem a palavra certa para os mais diferentes momentos do programa, inspiradas na sua farta experiência de vida, ainda que a peoa tenha somente 23 anos. Mãezona dos peões por essência, até mesmo dos seus desafetos, a artista não manda recado e por isso, vez ou outra, se mete em uns barracos para a alegria do público, é claro. Mas, por trás do “close” de Jojo, tem muitos “corres” de Jordana Gleise de Jesus Menezes para chegar ao estrelato.

Nascida no dia 11 de fevereiro de 1997, no Rio de Janeiro, a funkeira foi criada por Dona Rita, sua avó paterna, em Bangu, na Zona Oeste da cidade, e teve uma infância e adolescência bem humilde. Aos 10 anos, ela perdeu o pai vítima de uma bala perdida. Jojo chegou a comentar o episódio no reality show após uma discussão com Stéfani Bays, que não gostou de ser puxada para a baia.

“Eu já passei por tantas coisas piores na vida. Imagina, eu com 10 anos, na janela, ver meu pai ser morto na esquina de casa? Isso aqui pode mudar coisas na minha vida? Pode, mas não vou me desgastar“, desabafou na ocasião.

Quem vê close, não vê corre: Jojo Todynho antes de A Fazenda 2020
Jojo Todynho e Dona Rita, sua avó paterna. Reprodução

A cantora perdeu a mãe de criação neste ano em função da covid-19. Maria Helena, que era vizinha da avó de Jojo, participou ativamente da vida da cantora e a peoa a considerava como mãe. Durante a quarentena, a funkeira fez as pazes com a mãe biológica e disse ter chorado  muito com a reaproximação.

“Não gostava nem que tocassem no nome da minha mãe biológica. Eu tinha muitas mágoas de coisas que aconteceram no passado. Minha mãe me ligou e disse que o Espírito Santo estava palestrando com ela a madrugada inteira. Ela disse: 'Minha filha, se de alguma forma eu te magoei, te machuquei, eu estou aqui para te pedir perdão e dizer que eu te amo muito'. Quando ela falou isso pra mim, parece que saiu um peso que eu tinha na minha alma. Eu chorei como eu nunca chorei. Não tenho nenhuma mágoa, vou almoçar com a minha mãe semana que vem", contou a artista em live com a rainha de bateria da Beija-Flor Raissa de Oliveira.

Por conta das dificuldades financeiras enfrentadas pela família, Jojo começou trabalhar ainda na adolescência. Ela trabalhou como camelô, faxineira, atendente numa famosa rede de fast food, cuidadora de idosos, babá e telefonista.

Carreira de Jojo Todynho

Jojo Todynho desde criança queria ser cantora e começou ainda na infância participando do coral da igreja. Ela contou durante o confinamento que chegou a cantar funk durante um culto quando ainda era criança.

“Cantei Cerol na Mão no culto. Recebi a oportunidade de cantar e disse que ensaiei o dia inteiro. Ai eu comecei: ‘nas palmas: ‘vou passar cerol na mão’… Minha vó ficou um mês sem ir na igreja. Eu tinha uns 6 ou 7 anos”, recordou em conversa com Mariano.

Em busca dos sonhos e da independência, a funkeira deixou Bangu e se mudou para uma quitinete na Lapa, no Centro do Rio, aos 20 anos. A peoa já tinha criado uma página com o nome de Jojo Maronttinni em que fazia publicações sobre amor-próprio, dividia dicas sobre relacionamento e comentava sobre novelas.

O sucesso nas redes sociais fez com que Jojo fosse convidada para estrelar o clipe de Vai Malandra, de Anitta, e fez uma participação na novela Força do Querer, da Globo, ambos em 2017. Aliás, esse foi o ano que o hit Que Tiro Foi Esse foi lançado.

Quem vê close, não vê corre: Jojo Todynho antes de A Fazenda 2020
Jojo Todynho em participação na novela A Força do Querer. Divulgação

Lançado no dia de 29 de dezembro de 2017, a música foi hit absoluto do verão e do Carnaval de 2018. Jojo, é claro, viu sua vida mudar, ela saiu da quitinete na Lapa e se mudou para um apartamento no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste.

Na sequência, a funkeira lançaria ainda as músicas Arrasou Viado (2018), Mulher Não Bate Boca (2019), Devo Tá na Moda (2020), entre outras canções.



Mais Notícias