Novela "O Sétimo Guardião", de Aguinaldo Silva, deve ser cancelada após polêmica

Sinopse foi criada durante curso ministrado pelo autor em 2015

Reprodução

Publicado em 21/06/2017 às 12:30:42 , atualizado em 22/06/2017 às 10:39:07

Por: Sandro Nascimento

A novela "O Sétimo Guardião" deve ser cancelada após reportagem publicada com exclusividade pelo NaTelinha em maio, sobre polêmica referente a direitos autorais envolvendo Aguinaldo Silva e alunos que participaram da oficina de roteiristas ministrada por ele em 2015.

A diretoria da Globo soube do imbróglio através da matéria e desde então vem mantendo reunião com o autor para resolver este cenário. Alguns atores e outros profissionais escalados para a trama das nove já foram avisados sobre o cancelamento, mas estão proibidos de falar com a imprensa sobre o assunto.

Nos corredores da emissora, já se comenta que Aguinaldo Silva teria tomado a decisão de escrever uma nova trama diante da repercussão do caso.

"O Sétimo Guardião" tinha previsão inicial de estreia para maio de 2018, substituindo "O Outro Lado do Paraíso", de Walcyr Carrasco.

Segundo uma fonte do NaTelinha, a Globo tem uma reunião agendada nesta quarta-feira (21) para definir o futuro. Com a iminente desistência, deve entrar no lugar uma novela de Manuela Dias, autora da elogiada "Justiça" que fará sua estreia no principal horário.

Assim, Aguinaldo ficaria apenas para 2019 com sua nova sinopse, já que na fila também está João Emanuel Carneiro para o segundo semestre de 2018.

"A Força do Querer": Em ato heroico, Bibi salva Caio de tiro de traficante

"A Força do Querer": Bibi perde as estribeiras, xinga e ameaça Jeiza

"A Força do Querer": Autora nega que Ritinha e Cibele sejam irmãs

"Pega Pega": Pedrinho acusa Eric de ter matado sua primeira mulher

Outra informação obtida pela reportagem é que o novelista teria enviado um e-mail aos alunos no dia 17 de junho. Nele, dizia que para continuar com o projeto, a Globo solicitou que fosse assinado um novo "Termo de cessão de direitos autorais", que estava anexado na mensagem, num prazo de 20 dias. Caso contrário, ele teria que escrever uma nova sinopse. O NaTelinha teve acesso a este novo contrato.

Na manhã desta quarta-feira (21), Aguinaldo Silva publicou em suas redes sociais um vídeo mostrando a tela do seu computador onde aparece um texto, e diz: "São 7 horas da manhã, o que será que estou escrevendo agora? Que novidades é essa que está saindo do meu forno? O escritor não pode parar. Vamos em frente então".

Procurada, a Comunicação da Globo deu a seguinte posição: "Não temos nenhum envolvimento com o curso nem com os alunos. E esse documento não é da Globo. Aguinaldo Silva tem a responsabilidade de entregar uma obra original para a emissora e garantir que não haja dúvidas a esse respeito".

Sensitiva Márcia Fernandes diz que Silvio Santos deixará televisão até março

Irmão de Luciano Huck fala da reação dele quando se assumiu gay

SBT se torna menos competitivo com programação povoada por filhas de Silvio Santos




publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS