Em Foz do Iguaçu

Repórter da Band que ironizou morte de bandidos rebate críticas

"Nunca foi tão fácil escolher um lado", garantiu o jornalista Júnior Rocha após dar notícia no Brasil Urgente com paródia de música da Xuxa


Junior Rocha ironiza morte de bandidos no Brasil Urgente, na Band
"Essa situação é tão boa, essa notícia é tão maravilhosa que merece uma música”, iniciou Júnior Rocha, no Brasil Urgente - Foto: Reprodução/Band
Por Walter Felix

Publicado em 21/07/2022 às 11:55:00,
atualizado em 21/07/2022 às 12:03:15

O repórter Júnior Rocha, da Band no Paraná, causou polêmica ao ironizar a morte de criminosos no Brasil Urgente. O jornalista noticiava que bandidos morreram em confronto com a Polícia Militar após fazerem uma mulher refém em Foz do Iguaçu. Ele optou por dar detalhes sobre o caso fazendo paródia de uma música de Xuxa.

“Rapaz, essa situação é tão boa, essa notícia é tão maravilhosa que merece uma música”, iniciou Júnior Rocha, no Brasil Urgente. Em seguida, ele entoou sua versão para a canção Cinco Patinhos, lançada pela Rainha dos Baixinhos nos anos 2000. O vídeo viralizou nas redes sociais e foi bastante criticado pelos internautas. Veja os versos:

“Três bandidos foram assaltar/ Uma residência aqui na fronteira/ O Choque e a Rocam chegaram e 'pah, pah, pah'/ E os bandidos estão no inferno a queimar.”

Em seguida, ele dá uma risada e arremata: “É, a polícia não dá brecha! É para glorificar de pé! Palmas para o Choque! Parabéns, ROCAM (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas)! Os cavaleiros de aço da Polícia Militar do Estado do Paraná. O bem venceu o mal, e o cidadão de bem com a integridade física zelada”.

Nas redes sociais, internautas criticaram a postura de Júnior Rocha. "Como explicar o jornalismo brasileiro?", indagou uma conta, no Twitter. "30 anos ininterruptos de Datenas nas TVs diariamente explica bem", respondeu outra. "Querem o quê? Defender bandido?", rebateu um terceiro, defendendo o jornalista. "Nojo dessa mídia que tripudia em cima de pobre sendo assassinado pela polícia", opinou mais um.

 

“Vou até acender uma vela”, debochou Júnior Rocha no Instagram

Repórter da Band que ironizou morte de bandidos rebate críticas

A repercussão fez com que o repórter se pronunciasse, horas depois, por meio de seu perfil no Instagram. No feed, ele fez questão de compartilhar a reportagem. “Enviaram mais três anjos para o colo do satanás! Muito triste. PMPR sempre proporcionando encontros”, debochou.

Nos stories, ele foi em frente. “Vou até acender uma vela”, escreveu. “Tem gente que não gostou muito. Talvez se eu estivesse do lado de bandido e falando mal da nossa polícia, violenta, truculenta e opressora, iriam curtir”, rebateu, em seguida.

“Nunca foi tão fácil escolher um lado. Viva à gloriosa Polícia Militar do Paraná! Que o bem sempre vença o mal!”, acrescentou logo depois. Mais tarde, o jornalista publicou um vídeo com a indagação: “Você fica feliz quando bandido morre? Jamais”. No registro, um filtro transforma seu rosto em um semblante maligno.

Em outro story, Junior relata ter recebido muitos recados de apoio. “Obrigado a todos que enviaram mensagens. 99% são positivas! Muita gente, realmente! Isso demonstra o quanto o brasileiro está farto da criminalidade. Não aguenta mais perder para ladrão!”, pontuou.

Na descrição de seu perfil, o jornalista destaca os termos "família", "Deus", "pátria", "armamento" e "democracia". Confira a postagem em que ele compartilha o vídeo polêmico no Brasil Urgente:

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias