Chute ao vivo

Amin Khader revela que levou chute do apresentador do Balanço Geral: "Gritei de dor"

Ex-Hora do Venenoso relembra momentos tensos nos bastidores da emissora


Amin Khader de óculos escuros acenando
Demitido da Record, Amin Khader revela ter sido agredido no canal - Foto: Lourival Martins/ SBT
Por Redação NT

Publicado em 07/07/2022 às 17:10:00,
atualizado em 07/07/2022 às 17:13:08

Um mês após ser demitido da Record, Amin Khader revelou detalhes dos bastidores da Hora do Venenoso, quadro que ele fazia ao lado do Tino Junior, no Balanço Geral no Rio de Janeiro. Em entrevista para Danilo Gentili para o The Noite, o promoter contou que já foi agredido no programa jornalístico e também em outras atrações da emissora de Edir Macedo, como o BOFE de Elite.

"Os tapas do Alexandre Frota eram verdadeiros. Me doía. Eu pedia para não bater, tinha feito até um implante. Eu gritava de dor", revelou o famoso no The Noite, que será exibido nesta quinta-feira (7) no SBT.

"Fazia 'A Hora do Venenoso' e o apresentador chutou a minha cadeira. Recentemente, agora. Gritei um palavrão no ar, mas foi de dor. Não me faço de vítima, não fui no R.H., não fui na direção falar que o apresentador chutou. Que eu sei que ele chutou sem graça, sem motivo, sem agressão.... Não me faço de vítima e não vou fazer."

Amin Khader

Conforme o NaTelinha antecipou, um dia antes de ser demitido pela Record, Amin foi vítima de uma pegadinha de mau gosto de Tino Júnior, levou um tombo e se machucou ao vivo. O episódio ocorreu no quadro A Hora do Venenoso, do Balanço Geral RJ, no dia 09 de junho.

Assista ao vídeo onde Amin Khader se machucou no ar:

Amin Khader conta que não ficou rico na Record

Amin Khader revela que levou chute do apresentador do Balanço Geral: \"Gritei de dor\"

No bate-papo, Amin também contou que não conseguiu ficar rico na Record, já que era contratado como pessoa jurídica (PJ), forma muito diferente aos ganhos com carteira assinada (CLT). Além disso, assumidamente gay, o promoter avisa que não é militante da causa.

"Eu não levanto a bandeira gay. Hoje é muito fácil ser um 'viadinho'. Eu quero – como eu, que vim da zona norte do Rio de Janeiro – quero ver, quando era viado, gay, 40 anos atrás. Hoje é muito fácil. Eu não levanto a bandeira. Nem eu, nem o Ney Matogrosso. Tenho 65 anos de idade, o Ney tem 80 anos, vai levantar bandeira pra quê? Mas, eu nunca vou deixar de ser gay", afirmou.

"Já saí. Quando tinha 18, 19 anos, muçulmano, morando no Lins de Vasconcelos, não decepcionei meus pais. Meus pais morreram sem saber que eu era gay. Meu pai me batia muito, minha família – é triste dizer isso – mas é homofóbica. Até hoje são. Era uma vida difícil."

Amin Khader

Amin foi demitido da Record em junho, após 18 anos de canal. Antes de sair da emissora, o famoso foi vítima de pegadinha e se machucou ao vivo. O NaTelinha apurou que, logo no início do quadro A Hora do Venenoso, o apresentador do Balanço Geral no Rio de Janeiro, Tino Júnior, deu um empurrão com a perna em Amin Khader quando os dois já estavam posicionados na bancada.

O que era para ser uma brincadeira terminou mal, porque o repórter de 66 anos perdeu o equilíbrio na cadeira, foi parar no chão e bateu a cabeça no cenário do programa. O impulso foi tão forte que, ao cair, Amin soltou um "caralh*" que acabou vazando no ar. Como o quadro estava prestes a entrar no ar, a jornalista Ana Paula Portuguesa, que participa do com os dois colegas, assumiu o comando. Quando a atração entrou no ar, ainda era possível ver no cenário os pés de Amin, caído no chão.

 

 

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias