Regras próprias

Na contramão da Globo, Record e Band, uso de máscaras no SBT é opcional

No canal de Silvio Santos, algumas plateias aparecem com o acessório, outras não


Silvio Santos perto de plateia de seu programa, vestindo terno preto e com o braço estendido
A plateia de Silvio Santos não está utilizando máscara contra a Covid-19 - Reprodução/Instagram
Por Jéssica Alexandrino

Publicado em 30/06/2022 às 15:12:00,
atualizado em 30/06/2022 às 15:13:59

Diferentemente do que se vê na Globo, Band e Record, as plateias dos programas do SBT não seguem uma regra quando o assunto é o uso de máscaras de proteção contra a Covid-19. No The Noite e no Programa Eliana, as pessoas que assistem às gravações aparecem utilizando o acessório, já em outras atrações isso varia.

No Domingo Legal, no Programa do Ratinho e no Programa Silvio Santos, a plateia não utiliza as máscaras, enquanto no Programa Raul Gil é possível ver que a decisão sobre o uso do item fica a critério do próprio público, já que algumas pessoas são vistas com máscara e outras sem.

Procurada pelo NaTelinha, a assessoria do SBT limitou-se a dizer que, na emissora, o uso de máscaras é opcional, mas não especificou se a plateia segue alguma orientação a partir da vontade da direção ou do apresentador de cada programa. "No SBT o uso de máscaras é opcional e não obrigatório", diz a mensagem enviada à reportagem.

Nos outros canais, a plateia já tinha voltado a frequentar as gravações sem utilizar a máscara, mas reapareceram com o acessório com a alta recente do número de casos de Covid-19. Na Globo, as plateias de todos os programas são vistas com as máscaras. Na Record e na Band acontece o mesmo com o público do Hora do Faro e do Faustão.

Prefeitura de São Paulo recomenda o uso de máscaras

Na contramão da Globo, Record e Band, uso de máscaras no SBT é opcional
Juliette e Grazi Massafera no júri da Dança dos Famosos com a plateia do Domingão, de máscaras, ao fundo - Reprodução/Instagram

O Comitê de Medidas de Vigilância em Saúde do governo do estado de São Paulo voltou a recomendar o uso de máscaras contra a Covid-19 em locais fechados no dia 31 de maio, orientação que também foi seguida pela prefeitura da capital paulista. Apesar da orientação de que a população deveria utilizar o acessório, o uso não é obrigatório.

"Cabe enfatizar que a utilização da máscara, cobrindo corretamente nariz e boca, em ambientes fechados é uma recomendação. Porém, o uso segue obrigatório em equipamentos de saúde e em transportes coletivos, como ônibus, trens e metrô", diz trecho de texto divulgado pela prefeitura de São Paulo.

Segundo o secretário municipal da Saúde, Luiz Carlos Zamarco, a recomendação tem como objetivo proteger a população neste momento de alta do número de casos positivos para a Covid-19.

"Além do uso da máscara, é importante que a população complete o seu ciclo vacinal. Tanto para o primeiro ciclo quanto para as doses de reforço. Nossos postos estão abertos diariamente, e a vacina está disponível para todos", declarou.

 

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias