Em junho

TV Aparecida embarca no sucesso da Globo e exibe filme sobre o Pantanal

A emissora católica divulgou os filmes que serão exibidos neste mês


Imagem do documentário Pantanal, a Boa Inocência de Nossas Origens, com peão em cima de cavalo
Pantanal, a Boa Inocência de Nossas Origens abrirá a programação de filmes da TV Aparecida em junho - Reprodução
Por Jéssica Alexandrino

Publicado em 03/06/2022 às 16:17:39,
atualizado em 03/06/2022 às 16:32:17

A TV Aparecida separou uma seleção de filmes para junho, com exibições às sextas-feiras, no Tela de Sexta, e aos domingos, no Cine Família. Para abrir a programação, a emissora escolheu o documentário Pantanal, a Boa Inocência de Nossas Origens (2019), que vai ao ar na noite de hoje (3), às 21h45, e mostra a exuberância natural do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Além do filme sobre as maravilhas do bioma que está fazendo sucesso na novela das nove da Globo, outros títulos prometem chamar a atenção dos telespectadores do canal católico. No domingo à tarde, Mazzaropi – O Corintiano (1966) chega para contar a história do barbeiro Manoel, torcedor fanático do Corinthians. Entre as loucuras que faz pelo time estão as brigas com os seus vizinhos palmeirenses, promessas malucas, a compra de todos os jornais das bancas quando o seu time perde e a insistência para que o seu filho abandone o curso de Medicina para jogar no Corinthians

Já na próxima sexta-feira (10), a sessão pipoca está garantida com Viola Perpétua (2018). O longa de Mário de Almeida apresenta o ambiente das orquestras de viola no estado de São Paulo. O projeto, com formato de documentário, tem como tema a cultura caipira, focando em histórias de pessoas que encontraram no segmento musical sertanejo e no som da viola meios de contato.

Confira toda a programação e as sinopses dos filmes que a TV Aparecida exibirá em junho:

3/6 (sexta-feira), às 21h45
"Pantanal, a Boa Inocência de Nossas Origens"
Documentário que viaja pelas regiões de Barão de Melgaço, São Pedro de Joselândia, Nhecolândia, Miranda, Cáceres e Poconé, mostrando a exuberância natural do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e o dia a dia dos moradores da maior planície alagada do mundo, no coração da América do Sul.
Origem: Brasil/2019
Direção: Eduardo Nunes e Izabella Faya
Classificação: Livre

5/6 (domingo), às 15h
"Mazzaropi – O Corintiano"
A obra destaca o barbeiro Manoel, torcedor fanático do Corinthians. Entre as loucuras que faz pelo time estão as brigas com os seus vizinhos palmeirenses, promessas malucas, a compra de todos os jornais das bancas quando o seu time perde e a insistência para que o seu filho abandone o curso de Medicina para jogar no Corinthians.
Origem: Brasil/1966
Direção: Milton Amaral
Elenco: Amácio Mazzaropi, Roberto Orosco, Nicolau Guzzardi, Elizabeth Marinho
Classificação: 10 anos

10/6 (sexta-feira), às 21h15
"Viola Perpétua"
O longa de Mário de Almeida apresenta o ambiente das orquestras de viola no estado de São Paulo. O projeto, com formato de documentário, tem como tema a cultura caipira, focando em histórias de pessoas que encontraram no segmento musical sertanejo e no som da viola meios de contato com um ideal em comum.
Origem: Brasil/2018
Direção: Mário de Almeida
Classificação: Livre

12/6 (domingo), às 15h
"Mazzaropi – Chofer de Praça"
O filme conta a história do humilde casal de sertanejos formado por Zacarias e Augusta, que se muda para a cidade de São Paulo, a fim de ajudar o filho mais velho, Raul, a concluir a Faculdade de Medicina. Eles alugam uma casa numa vila pobre e pacata, onde moram as jovens irmãs Rita (viúva) e Iolanda, que estuda na mesma faculdade de Raul, que deixa a pensão onde morava para se juntar aos pais.
Origem: Brasil/1958
Direção: Milton Amaral
Elenco: Amácio Mazzaropi, Celso Faria, Ana Maria Nabuco, Carmen Joia, Roberto Duval
Classificação: 10 anos

17/6 (sexta-feira), às 21h45
"O Milagre de Santa Luzia"
Com o objetivo de mapear os locais onde a cultura da sanfona se estabeleceu e onde nasceram seus principais intérpretes, o filme é um registro da diversidade da cultura popular nacional, composta por inúmeros e variados estilos e cantores. O longa é uma homenagem ao cantor e compositor Luiz Gonzaga, e o nome do filme alude a sua data de nascimento, 13 de dezembro, dia de Santa Luzia.
Origem: Brasil/2008
Direção: Sérgio Roizenblit
Classificação: Livre

19/6 (domingo), às 15h
"Mazzaropi – O Lamparina"
A obra conta a história de Bernardino, um pacato homem do campo que, para não enfrentar o bando de cangaceiros de Zé Candiero, acaba se disfarçando e é confundido com um deles. Incrementando a farsa, ele faz sua família passar por seu bando e todos acabam parando no acampamento dos verdadeiros cangaceiros, quando o "destemido" Lamparina vai ter que mostrar ser um "cabra valente" de verdade.
Origem: Brasil/1964
Direção: Glauco Mirko Laurell
Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Francisco Di Franco, Emiliano Queiroz, David Cardoso
Classificação: 10 anos

26/6 (domingo), às 15h30
"Mazzaropi – Sai da Frente"
O roteiro conta a história de Isidoro, que tem um caminhão apelidado de Anastácio, e o cachorro Coronel. Ao realizar um transporte de São Paulo a Santos, o protagonista, interpretado por Amácio Mazzaropi, provoca confusões e inúmeras situações cômicas. Depois de "causar" muito ele retorna para o aconchego de sua família.
Origem: Brasil/1952
Direção: Abílio Pereira de Almeida e Tom Payne
Elenco: Amácio Mazzaropi, Ludy Veloso, A. C. Carvalho, Nieta Junqueira, Leila Parisi, Solange Rivera, Luiz Calderaro, Vicente Leporace, Luiz Linhares, Francisco Arisa, Xandó Batista, Bruno Barani, Danilo de Oliveira, Renato Consorte, Príncipes da Melodia, Chico de Sá, José Renato, Cão Duque.
Classificação: 10 anos

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias