Reportar
erro
Polêmicas

Campeã do Carnaval paulista 2022, Mancha Verde teve carro quebrado e ausência de rainha

Agremiação teve momentos controversos no Anhembi, mas viveu apoteose com o título


Princesa de Bateria abre os braços no Anhembi
Campeã do Carnaval paulista 2022, Mancha Verde teve carro quebrado e ausência de rainha - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 26/04/2022 às 19:27:57

Nesta terça-feira (26), a Mancha Verde se consagrou a campeã do Carnaval paulista de 2022, após critério de desempate com Mocidade Alegre, Império da Casa Verde e Tom Maior, que ficaram com 269,9 cada. A apuração das notas dos jurados foi feita no Anhembí, palco oficial dos desfiles na capital paulista.

Com o enredo "Planeta Água", a agremiação abordou a importância da preservação e valorização da água, três anos após a conquista do primeiro título, ocorrido em 2019. Contudo, uma série de polêmicas aconteceu na noite em que entrou na avenida, como a terceira escola a se apresentar na primeira noite, na sexta-feira (22).

A Mancha Verde começou a desfilar com sete minutos de atraso, depois que parte de uma das suas alegorias do carro abre-alas se quebrou. Contudo, a agremiação conseguiu se recuperar e terminou o desfile com 64 minutos. Durante a apuração, muita gente ficou inconformada que a escola conseguiu três notas dez dos jurados no quesito alegoria, já que o carro da agremiação estava quebrado.

Além dessa polêmica, outros bafões aconteceram, como a ausência da rainha de bateria. Viviane Araújo é a ocupante do posto na Mancha Verde, só que não pode participar do desfile porque esteve no mesmo dia em frente aos ritmistas da Salgueiro, no Rio.

Na apuração do Carnaval no Rio, Grande Rio se consagrou campeã

imagem-texto

Já no Carnaval do Rio de Janeiro, a Acadêmicos da Grande Rio conquistou o primeiro título da história da escola. Com o enredo "Fala, Majeté! Sete chaves de Exu", a agremiação levou para a avenida a figura do orixá cultuado em religiões de matrizes africanas, com o intuito de desmistificar a entidade, que, por preconceito, é comumente comparada ao diabo. 

A agremiação de Duque de Caxias é a escola de samba que mais tem desfilantes famosos em sua composição. Nomes como David Brazil, Susana Vieira, Monique Alfradique e Renata Kuerten sempre participam defendendo a Grande Rio.

 

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias