Reportar
erro
Ao vivo

William Bonner detona Eduardo Bolsonaro no JN: "Repugnante e inaceitável"

Jornalista leu editorial do Grupo Globo sobre deboche do político contra Miriam Leitão


William Bonner na bancada do Jornal Nacional; Eduardo Bolsonaro pegando em um microfone
William Bonner detona Eduardo Bolsonaro no JN - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 04/04/2022 às 22:13:00

Durante o Jornal Nacional desta segunda-feira (4), William Bonner noticiou sobre uma postagem de Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro, em que o político debocha da tortura sofrida pela jornalista Míriam Leitão na época da ditadura. Na ocasião, a profissional foi presa grávida em um porão com uma cobra.

Eduardo zombou da situação e escreveu que tem pena do animal que estaria preso com a jornalista. Por meio do editorial do Grupo Globo, empresa em que Miriam trabalha, Bonner detonou o filho de Bolsonaro.

"Foi repugnante, ofensiva e absolutamente inaceitável a manifestação do deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP) que fez referência à tortura sofrida pela jornalista Míriam Leitão, colunista do Globo, durante a ditadura militar", começou o jornalista.

"Em post publicado numa rede social contestando uma crítica feita por Míriam ao presidente Jair Bolsonaro - ela o chamara de 'inimigo confesso da democracia' -, Eduardo Bolsonaro zombou de um dos episódios mais dramáticos e cruéis da vida dela, a tortura a que foi submetida nos porões da ditadura enquanto estava grávida."

William Bonner

William Bonner critica postagem de Eduardo Bolsonaro

imagem-texto

Por fim, o âncora do Jornal Nacional refletiu sobre a atitude do herdeiro do presidente da república, ainda mais ele sendo deputado federal. O jornalista ainda cobrou providências de reparação do político sobre o caso. 

"A manifestação do deputado deve ser repudiada com toda a veemência. É incompatível não apenas com o que se espera de um detentor de mandato popular, mas sobretudo com a decência e o respeito humanos. Merece, além do repúdio firme, providências das instituições obrigadas constitucionalmente a zelar pelo Estado de Direito."

William Bonner

O episódio gerou polêmica no final de semana. Até Fátima Bernardes repudiou o deboche feito por Eduardo Bolsonaro. Vale lembrar que o deputado federal vive atacando a Globo e seus funcionários.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias