Reportar
erro
Comovente

Guerra na Ucrânia: No Jornal Nacional, fotógrafo relata ter ficado na mira do fuzil

Gabriel Chaim fez um depoimento forte durante o noticiário da Globo


Gabriel Chaim em videochamada
Guerra na Ucrânia: No Jornal Nacional, fotógrafo relata ter ficado na mira do fuzil - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 18/03/2022 às 22:30:00,
atualizado em 18/03/2022 às 22:51:09

Durante o Jornal Nacional desta sexta-feira (18), o fotógrafo Gabriel Chaim deu uma declaração comovente sobre um momento que passou ao fazer cobertura na Ucrânia, país que está sendo atacado pela Rússia desde fevereiro. Segundo o profissional, que cobre os conflitos na Síria desde 2013, a destruição do país europeu chegou ao patamar ao de uma guerra no país asiático.

O fotógrafo também contou que passou por momentos de tensão quando um policial agressivo o mandou deletar todo material de sua câmera.

"No final do dia, estava próximo à Praça da Independência. Tinha um grupo de voluntários colocando sacos de areia na entrada do metrô. Quando eu estava filmando, aparece um policial com bastante raiva, bastante agressivo, e me fez deletar tudo que eu tinha na câmera", contou.

"Já aconteceu cenas, em outras guerras, para pedirem pra deletar material e eu nunca deletei. Entretanto o policial, hoje, se preparou com a sua Kalashnikov (AK-47, um tipo de fuzil), se afastou e fez posição de ataque. Se eu não delatasse, eu poderia tomar um tiro."

Gabriel Chaim

Profissionais passam perrengue em cobertura na Ucrânia

imagem-texto

O conflito entre Rússia e Ucrânia já dura quase um mês. O confronto já deixou milhares de pessoas mortas e muitas outras tiveram que sair da Ucrânia para não perder a vida, partindo para outros países vizinhos na Europa.

Os profissionais de comunicação tanto da Ucrânia como da Rússia vem passando muitos perrengues na cobertura da guerra, inclusive Gabriel Chaim, que mesmo experiente na cobertura de guerras, faz relatos surpreendentes todo dia no Jornal Nacional.

Além do fotógrafo, repórteres brasileiros estão vivendo momentos delicados durante os conflitos no país. Profissionais que foram enviados por SBT e Band para lá, Sérgio Utsch e Yan Boechat, respectivamente, inclusive tiveram que deixar o país por escassez de recursos.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias