Reportar
erro
Fim da linha

Canal russo encerra operação nos EUA e demite os funcionários

Empregados da emissora foram pegos de surpresa com a notícia


Logo RT America
Canal russo encerra operação nos EUA e demite os funcionários - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 03/03/2022 às 20:30:00

A RT America, canal estatal financiado pela Rússia, vai deixar de operar nos Estados Unidos. A emissora vai interromper as produções e demitir seus funcionários na terra do Tio Sam, de acordo com a CNN. Nos corredores da T&R Productions, produtora que coloca no ar os programas do canal, corre um memorando, uma espécie de documento, que informa sobre a orientação do governo russo e avisa que "interromperá a produção" em todas as suas localizações "como resultado de eventos imprevistos de interrupção de negócios".

A produtora operava escritórios em Nova York, Miami, Los Angeles e Washington. "Infelizmente, prevemos que essa demissão será permanente, o que significa que isso resultará na separação permanente do emprego da maioria dos funcionários da T&R em todos os locais", dizia parte do documento obtido pela CNN.

Quem transmite o canal russo nos Estados Unidos é a DirecTV, que teve um desfalque financeiro com a saída da RT America, já que o canal diminuiu seu alcance depois que a guerra provocada pela Rússia na Ucrânia se iniciou.

Funcionários da RT America descobrem demissões

Ainda segundo a CNN, os funcionários da RT America que trabalhavam no escritório de Washington foram informados nesta quarta-feira (2) sobre as demissões, em uma reunião que durou cerca de dois minutos.

"Muitas pessoas ficaram chocadas e chorando. Eu nunca me senti mais de coração partido, pois eles não têm nada a ver com esse conflito e, seriamente, estavam apenas tentando ganhar uma vida decente para sustentar suas famílias", disse um funcionário sem se identificar. A decisão faz parte do conjunto de medidas que a Rússia vem adotando depois que iniciou a invasão na Ucrânia. Os Estados Unidos anunciou sansões, principalmente econômicas contra a nação de Vladimir Putin.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias