Reportar
erro
Exclusivo

Com Faustão 'sócio', Band avança para investir em novelas

Emissora quer ter horário ainda em 2022


Faustão com um microfone na mão
Faustão será sócio da Band em projeto de dramaturgia - Foto: Reprodução/YouTube
Por Daniel César

Publicado em 21/01/2022 às 05:00:00,
atualizado em 21/01/2022 às 08:45:54

A Band está muito disposta para assumir a terceira posição de audiência em 2022 e o próximo passo é um forte investimento na dramaturgia, inclusive em novelas. Mas por se tratar do produto mais caro da TV brasileira, a cúpula da emissora somente irá investir no segmento quando houver uma sinalização clara do mercado publicitário para que o produto em questão esteja pago. E é aí que mora o trunfo em Faustão, novo contratado da casa e que ajudará nas negociações.

Segundo apurou o NaTelinha, desde 2020 a Band vem flertando com a dramaturgia, inclusive diversos projetos foram analisados sem chegar a sair do papel. Com a pandemia houve a suspensão das negociações de qualquer espécie e a direção do canal aproveitou para ajustar outras áreas. O esporte recebeu a primeira leva de investimento e, logo depois, o departamento de shows foi recheado com novos contratados.

A partir de agora, a cúpula da Band entende que a programação já está preparada para a nova fase. Ao mesmo tempo que a programação se fortalece e consolida com todos os investimentos feitos, é o momento de buscar parcerias para dar o passo seguinte: dramaturgia. A busca é tanto para novelas quanto séries, com prioridade para a última num primeiro momento, mas com uma condição: é preciso que o projeto seja bem recebido pelo mercado publicitário para se pagar. A estratégia é colocar no ar produções que tenham um custo em torno 250 mil reais por capítulo.

Mesmo assim, há um consenso entre diretores da casa de que só investir em série é insuficiente para o objetivo final do grupo: o terceiro lugar no Ibope. O crescimento da Band nos números se deve ao enriquecimento da grade, mas enquanto Record e SBT são estáveis na faixa nobre com boa audiência em novela, o entendimento é de que não há como conquistar o resultado esperado.

Para viabilizar o projeto, a Band alugou os estúdios Vera Cruz por três anos. O espaço tem mais de 3.600 metros quadrados de área coberta e 8000 de descoberta.  Na década de 60, no local, a TV Excelsior (1960 - 1970) gravava duas novelas simultâneas, dentre elas Redenção (1966 - 1968), uma das maiores da história da TV, com 596 capítulos. O folhetim de Raimundo Lopes e dirigida por Dionísio Azevedo, Reynaldo Boury e Waldemar de Moraes, teve a primeira cidade de cenográfica da teledramaturgia brasileira.

 
 

Faustão é trunfo

Com Faustão

E para começar o projeto de dramaturgia da emissora, Faustão é um trunfo importante. A princípio pelos números de audiências conquistados que, segundo aposta a emissora, deve se estabilizar entre 5 e 6 pontos. Este aumento ajudaria a emissora a ter uma novela na sequência recebendo com índices muito superiores ao que acontecia em outros tempos.

Mas não se trata apenas de audiência. Faustão estará diretamente na mesa para tirar do papel o projeto de dramaturgia do canal. De  acordo com fontes ouvidas pela reportagem,  o apresentador usará sua influência junto ao mercado para atrair investidores que possam bancar as primeiras novelas e séries do canal.

Projeto ousado

Com Faustão

Com o apoio de Faustão, a Band tem um projeto ousado para os próximos meses, mas que ainda é considerado embrionário. Se o mercado publicitário abraçar as novelas e séries como abraçou o próprio Fausto e o Esporte, a expectativa é de que se forme um projeto semelhante ao da Record no início do milênio em termos de novelas e também em séries.

Se tudo correr dentro do previsto, a direção da Band avalia ser possível, inclusive, estrear os primeiros projetos da área ainda em 2022, mas no segundo semestre. 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias