Reportar
erro
No Rio Grande do Sul

Após denúncias, apresentador sofre atentado e entra no ar todo ensanguentado

Daniel Carniel comanda um programa na TV Adesso


Daniel Carniel de blusa escura, segurando microfone e ficha da Adesso TV
Daniel Carniel apresenta o programa Prato Limpo na Adesso TV - Reprodução/Facebook
Por Redação NT

Publicado em 19/01/2022 às 17:15:52

Na última sexta-feira (14), Daniel Carniel, apresentador da TV Adesso, emissora situada em Garibaldi, na serra gaúcha, foi agredido a socos e entrou no ar antes mesmo de receber atendimento médico. "Estou começando o programa de uma maneira diferenciada. Estou todo ensanguentado, ainda não me limpei. Há poucos minutos sofri um atentado", contou, com o rosto coberto de sangue e a camisa manchada.

O jornalista, que comanda uma atração chamada Prato Limpo, seguiu dando detalhes do que aconteceu. "O rapaz estava de tocaia na porta aqui do canal Adesso TV e perguntou quem era o Daniel Carniel. Quando falei que era eu, ele começou a me agredir fisicamente, me jogou para dentro do hall de entrada do prédio onde funciona a TV, começou a me chutar e dizia o seguinte: ‘Isso é pelas denúncias que você está fazendo na TV'", contou.

Daniel continuou dizendo que não conhece o autor das agressões e que estava bastante machucado. O apresentador achou que tivesse até quebrado um dente, mas disse que só iria procurar atendimento médico e odontológico e fazer exame de corpo de delito depois que saísse da emissora. O jornalista ainda afirmou que já tinha sido advertido de que precisaria se cuidar por conta das notícias que dá em seu programa. "As denúncias são muito fortes, envolvem muitos interesses", acrescentou.

Depois de ressaltar que a polícia militar já estava no local e que iriam fazer de tudo para encontrar o responsável pelo episódio, Daniel contou mais um pouco sobre o que aconteceu. "Quando eu tentei me levantar, ele correu. Eu não tenho medo de agressão nenhuma. E nem de nenhum vagabundo, junto com esse outro vagabundo que me agrediu, vão tentar me calar. Não vão me calar", disparou.

"O que vocês fizeram, essas manchas de sangue na minha camisa, me dão mais força ainda para mostrar os roubos, as corrupções e as coisas erradas que têm em Garibaldi, em Bento Gonçalves. Não vão me calar! Só me matando", continuou o apresentador.

Apresentador de TV gaúcha manda recado para agressor

Daniel Carniel continuou seu desabafo mandando um recado para o responsável pelas agressões que o fizeram entrar no ar com o rosto machucado. "E você, seu vagabundo, covarde, que me pegou na tocaia na porta da emissora, nós vamos te caçar, nós vamos saber quem é. Tem as câmeras de segurança e a gente já sabe quem é", afirmou. "Se eu tivesse prevenido, você não me pegava. Seu vagabundo, sem vergonha", xingou.

O jornalista ainda explicou que sua camisa estava manchada de sangue porque ele tentou proteger o rosto com o braço, enquanto estava caído no chão. "Aqui a gente faz jornalismo, doa a quem doer. E, se jornalismo está custando meu sangue, eu não vou parar por aí. Vou continuar com esse programa, doa a quem doer", finalizou, dizendo ainda que, sempre que fazem denúncias, eles recebem ameaças.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias