Reportar
erro
Substituição

Operadora de RR Soares tira canal da Band após fim de contrato por Faustão

A Nossa TV excluiu canais da Band de seus pacotes de Tv por assinatura


RR Soares durante o Show da Fé; Logo Band
Operadora de RR Soares tira canal da Band após fim de contrato por Faustão - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 17/01/2022 às 19:00:00,
atualizado em 17/01/2022 às 19:04:50

A Nossa TV, operadora de TV por assinatura que tem como dono o pastor RR Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus, excluiu a Band News de sua grade de canais disponíveis nesta segunda-feira (17). Em seu lugar, o serviço de televisão colocou a Jovem Pan News, emissora jornalística recém-criada tem linha editorial conservadora. Outro canal retirado da Nossa TV foi o Arte 1, também produzido pelo Grupo Bandeirantes. Em substituição, a operadora colocou o TV WA, que tem como grade atrações voltadas ao entretenimento.

A substituição veio semanas depois do RR Soares ter seu programa na Band, o Show da Fé, encerrado na programação. Em seu lugar, a emissora escalou o programa Faustão na Band, a novidade mais aguardada pelo canal este ano. Após 18 anos no horário nobre da Band, o canal decidiu não renovar o contrato com o pastor para que Fausto Silva possa ocupar o horário com seu novo programa. O horário de R.R Soares rendia para Band em torno de R$ 5 milhões mensais, o que daria um faturamento anual de R$ 60 milhões.

A Band até tentou convencer o missionário a ocupar alguma faixa às madrugadas, mas o religioso não quis papo e nenhum acordo foi fechado. O fato é que, a partir desta segunda-feira (17), não tem mais nenhum canal do grupo bandeirantes na Nossa TV. O NaTelinha entrou em contato com a assessoria de imprensa com a TV por assinatura para saber o posicionamento do serviço, mas não obteve resposta até o  momento.

A dívida de RR Soares envolve Band

Vale lembrar que, em setembro, a Justiça de São Paulo condenou a Igreja Internacional da Graça de Deus, a pagar uma dívida de cerca de R$ 16,2 milhões com o fundo de investimento Distressed. A dívida refere-se ao aluguel entre os meses de maio e agosto de 2020 da grade de programação da Band, onde ele apresenta o Show da Fé.

O valor, segundo consta, deveria ser pago ao Distressed, mas de acordo com o processo aberto contra a Igreja, a Band, no intuito de antecipar as receitas, assinou um contrato do qual teria cedido créditos aos anunciantes do fundo de investimento. Entre eles, a Igreja de Soares, como noticiou o blog de Rogério Gentili do UOL.

De acordo com a Justiça, portanto, ele deveria ter pago os valores do aluguel para o Distressed, o que acabou não acontecendo. O Show da Fé ocupa o horário nobre da Band há 18 anos e se defendeu no processo dizendo que com a pandemia, renegociou os termos de contrato com a emissora.

Para a Justiça, ainda, declarou que não está devendo nada, já que fez de "boa-fé" os pagamentos à Band, seguindo rigorosamente as cláusulas do aditivo contratual. O juiz Daniel Serpentino discorda e segundo o magistrado, o fundo adquiriu "regularmente" o crédito e "não concordou com qualquer redução" do valor do aluguel mensal, que sai por cerca de R$ 5,4 milhões.

"Por mais que aponte boa-fé em suas ações, caberia à Igreja realizar o pagamento a quem de direito", diz a Justiça. A Igreja Internacional da Graça de Deus pode recorrer da decisão. A Band informou ao blog do UOL que o caso está "sob júdice" e que "as alegações do fundo são improcedentes".

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias