No Melhor da Tarde

Catia Fonseca revela que reagiu a assalto: "Acelerei e saí batendo em um monte de carro"

A apresentadora da Band contou que passou por um susto alguns anos atrás


Catia Fonseca de roupa verde no cenário do Melhor da Tarde, da Band
Um dos temas do Melhor da Tarde desta terça (21) foi o aumento da violência em São Paulo - Reprodução/Band

No Melhor da Tarde desta terça-feira (21), enquanto conversava com um coronel da Polícia Militar sobre o alto número de arrastões em São Paulo, Catia Fonseca lembrou de quando passou por uma situação parecida. "Na hora que acontece com a gente, são dois segundos que você tem que pensar e você nunca sabe como você vai agir. Aí eu acho que é um problema muito sério, quando a gente se coloca em risco", começou a contar, quando o policial disse que a melhor recomendação era não reagir.

"No meu caso, na época, eu tava falando com o meu filho mais novo no telefone. E aí o rapaz bateu no vidro e falou 'abre a porta e passa para o banco do lado'. Se eu fizesse isso eu tava perdida. E ele nem sabia que era eu, que trabalhava em televisão, nem nada. Faz uns anos isso. Eu acelerei e saí batendo num monte de carro. Lunática", revelou a funcionária da Band.

A apresentadora ainda falou sobre o que a fez ter essa reação. "Na hora eu só pensava 'se ele entrar no carro, ele vai pra casa e os meus filhos tão em casa, então eu arrisco tudo'. E eu me arrepio de pensar nisso porque você depois, na hora que você para, segundos depois... você sente uma adrenalina descer que você acha que você até foi atingida por um tiro", descreveu, dizendo ainda que o bandido estava armado e usou a arma para chamar a atenção dela pelo vidro do carro.

Catia Fonseca não consegue se comunicar com repórter e brinca: "Troca a bola pelo chiclete?"

Catia Fonseca encara os imprevistos que ocorrem nos programas ao vivo com muita leveza e bom humor. Durante o Melhor da Tarde desta segunda-feira (13), a apresentadora da Band enfrentou dificuldades para se comunicar com Cíntia Lima, repórter do vespertino, e fez referência a uma brincadeira clássica dos programas de entretenimento. "Cíntia, tá me ouvindo? Oi? Troca a bola pelo chiclete? Sim ou não?", perguntou a veterana, lembrando de um famoso quadro da televisão brasileira, em que os participantes ficavam em cabines à prova de som e, quando acendia a luz, davam respostas positivas ou negativas para a troca de presentes, sem saber que prêmio estavam levando.

"Ela não tá ouvindo não", lamentou Catia. "Tá indo e voltando, vamos ver", rebateu Cíntia, que começou a ouvir a titular do programa naquele momento. As duas, juntas com Alex Sampaio e Rafael Pessina, falavam sobre as suposições acerca do destino de Fátima Bernardes na Globo.

No desenrolar do assunto, a funcionária da Band disse que a Globo poderia combinar com a apresentadora do Encontro um mês fixo para tirar férias, assim ficaria tudo previamente acertado e não geraria desconforto com anunciantes. Catia quis ouvir a opinião da repórter sobre sua ideia, mas demorou pra conseguir.

"É comigo, Catia?", questionou Cíntia, após alguns segundos de silêncio. "É, é com você", disse a morena, repetidamente. "Desculpa, tá oscilando mesmo o sinal", respondeu a jornalista, envergonhada, tendo suas desculpas aceitas pela chefe.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias