Reportar erro
Susto grande

Âncora apresenta jornal cercado por homens armados do Talibã

Apresentador teve cuidado ao entrevistar líder do grupo

âncora cercado por dois homens armados enquanto apresenta programa
Âncora apresenta jornal cercado por homens armados do Talibã - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 31/08/2021 às 17:20:00

Pouco dias antes da saída completa de militares americanos no Afeganistão, sete membros do Talibã invandiram uma emissora de televisão do país e se posicionaram no estúdio de um jornal local. O âncora do programa, Mirwais Haidari Haqdoost, teve muito cuidado para não ser repreendido pelo grupo e para não dar nenhuma notícia que pudesse desagradar o Talibã.

Na ocasião, o entrevistado do programa Pardaz era um comandante do Talibã chamado Qari Samiullah. Vale lembrar que, com a retomada da organização no poder do Afeganistão, líderes do movimento garantiram a permanência da liberdade de imprensa do país.

Durante a entrevista com um dos líderes do grupo, o apresentador questiona sobre as "alegações que o Talibã ainda faz às pessoas, mas há críticas que há uma diferença entre palavras e ações do Talibã. O povo demanda que esses compromissos e ações do Talibã sejam os mesmos".

Qari respondeu: "Minha primeira mensagem à nação é para que não se preocupe. Fiquem e vivam em sua nação e em suas casas. Sua nação precisa de vocês, e nós vamos protegê-los. Se Deus quiser, nós vamos tentar estabelecer uma atmosfera segura em todas as províncias do Afeganistão, então o povo não precisará se preocupar e nem temer os mujahideen (combatentes), porque eles são nossos irmãos".

Apresentadora da BBC recebe ligação do Talibã ao vivo

A apresentadora Yalda Hakim, da BBC, que nasceu no Afeganistão e que deixou o país para viver na Austrália, recebeu um telefonema de um dos representantes do Talibã ao vivo enquanto ancorava um telejornal. "Não queremos confusão", garantiram os extremistas, que tomaram o poder nos últimos dias.

O episódio que aconteceu no último domingo (15), ainda, contou com com uma promessa do Talibã. "Garantimos ao povo do Afeganistão na cidade de Cabul que suas propriedades e suas vidas estão seguras", disse um dos representantes.

E por fim, salientou, na tentativa de tranquilizar a população: "Nossa liderança instruiu nossas forças a permanecer no portão de Cabul, não a entrar na cidade. Estamos aguardando uma transferência pacífica de poder".

TAGS:
Mais Notícias