Reportar erro
Exclusivo

Mauro Cezar detalha novo programa na TV Cultura: "Não seremos reféns do factual"

Atração da TV Cultura vai estrear segunda (9)

Mauro Cezar em estádio de futebol
Mauro Cezar estará em novo programa da TV Cultura - Foto: Reprodução/Instagram
Naian Lucas

Publicado em 08/08/2021 às 05:04:26,
atualizado em 09/08/2021 às 14:03:19

A TV Cultura estreia nesta segunda-feira (9) o Revista do Esporte Debate e o jornalista Mauro Cezar Pereira promete um programa que se aprofunde nos temas propostos pelo programa. Além do comentarista, a atração terá Arnaldo Ribeiro e Vladir Lemos e permitirá que o elenco da produção não fique na superficialidade e o público possa refletir.

Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, Mauro explica qual será a diferença do programa com produções do mesmo gênero, como o Linha de Passe e Os Donos da Bola. “Acredito que não seremos tão 'reféns' do factual. Temas além dos resultados das partidas de fim de semana devem ganhar espaço”, relata ele.

Para ser mais específico, a atração não ficará mostrando os gols das rodadas e os comentaristas opinando quem jogou bem e quem não conseguiu fazer uma boa partida. O aprofundamento é poder navegar em assuntos que vão além de futebol e deem um parâmetro completo sobre o esporte.

Mauro, Arnaldo e Vladir, cada um ao seu estilo, são conhecidos por não ficarem em cima do muro e opinarem sobre todos os assuntos propostos. Eles continuarão colocando o “dedo na ferida” da maneira mais objetiva para que o telespectador possa compreender.

“Naturalmente, não creio que a abordagem de temas que eventualmente surjam venham a ser tratados de maneira diferente do que sempre foi: clara e diretamente, desagrade a alguns, ou não”, comenta o jornalista.

Mauro Cezar e seu trabalho

imagem-texto

Mauro Cezar iniciou sua carreira na década de 1980, na Rádio Tupi e não parou de lá pra cá, trabalhando em jornais, sites, revistas e na TV. Em 2004, assinou com a ESPN e fez muito sucesso até o ano passado, quando anunciou sua saída da emissora.

Na época, a saída dele do Grupo Disney repercutiu muito, mas fazia todo sentido, já que era exigido exclusividade. Seu canal no YouTube crescia semana após semana e sua coluna no UOL costumava sempre aparecer entre as mais lidas do portal de notícias. Ele optou por não abrir mão de estar em todas as mídias possíveis.

Seu canal no YouTube tem mais de 600 mil inscritos, com vídeos que chegam perto de atingir 200 mil visualizações com alto engajamento. Para quem faz parte do grupo de membros, é possível ganhar brindes, fazer perguntas que são respondidas em vídeo e ele ainda planeja mesas redondas com os colaboradores.

Mauro também está no Um Dois Esporte, caderno do Gazeta do Povo, OneFootball e no pingback. Na TV aberta, Mauro já foi visto fazendo comentários em jogos da Libertadores e da Copa América. Quando abordado se o acordo com a TV Cultura o impediria de trabalhar no canal de Silvio Santos, ele rebateu: “Por que impediria?”.

A curiosidade não surgiu por acaso. Em live feita por ele na última quinta (5), um superchat indagou se ele estaria nas quartas-de-final do torneio continental de clubes que serão exibidas pelo SBT e o jornalista explicou que ainda não havia uma definição, por isso falaria sobre o assunto mais adiante.

A reportagem insistiu para saber se existia algum contrato de exclusividade com a Cultura, mas Mauro manteve a resposta. Ou seja, ficou muito claro que ele poderá fazer trabalhos em outras emissoras.

Mauro Cezar, YouTube e a TV

Mauro Cezar detalha novo programa na TV Cultura: \"Não seremos reféns do factual\"

Mauro trabalhou durante 16 anos na TV fechada e agora tem atuado na TV aberta para comentar jogos ao vivo. Quando não tem nenhum compromisso com o UOL ou no SBT, ele realiza suas lives. Ele explica a diferença de trabalhar na internet e na televisão.

“O YouTube oferece maior flexibilidade, você pode fazer de diferentes locais e não necessita de uma grande quantidade de pessoas envolvidas, a estrutura é muito mais simples. Televisão ‘pede’ um estúdio, iluminação, qualidade maior na imagem, são diferentes, evidentemente. Mas o conteúdo, as mensagens, as análises, os comentários, mantêm a pegada”, conclui.

O Revista do Esporte Debate está previsto para começar a partir das 20h30.



Mais Notícias