Reportar erro
Bom humor

Edílson perde aposta e aparece com cabelo pintado no Jogo Aberto: "Tá estranho"

Comentarista acreditava na vitória do Corinthians sobre o Flamengo

Edílson Capetinha no Jogo Aberto
Edílson perdeu aposta e teve que pintar o cabelo - Foto: Reprodução/Band
Redação NT

Publicado em 03/08/2021 às 14:11:00

O comentarista Edílson apostou com o jornalista João Paulo Capellanes que o Corinthians venceria o Flamengo e, caso o alvinegro não ganhasse no último domingo (1°), pintaria o cabelo de loiro. Como a equipe carioca conseguiu bater o time paulista, o ex-jogador apareceu no Jogo Aberto com um visual diferente e pagando a aposta.

“Meu Deus do céu, que coisinha linda”, divertiu-se Renata Fan ao ver o colega de programa. “Você quer apostar que ele vai falar que achou isso aí da hora? Se ele falar isso aí, eu largo”, brincou Denílson Show. “Isso aí tá meio entre a medalha de ouro e a medalha de bronze (...) Você tá tão estranho”, completou a apresentadora da atração.

Todos os integrantes da produção esportiva da Band caíram na risada com o cabelo loiro do Edílson. O ex-atleta do Corinthians afirmou que gostou do visual, mas aproveitou a oportunidade para criticar o comportamento dos jogadores da equipe alvinegra diante do rubro-negro carioca.

“Não fiquei triste pelo resultado, porque três a um acho que ficou pequeno. O que aconteceu no jogo ficou pequeno, mas o Corinthians jogar daquele jeito, jogadores apáticos, omissos, ninguém jogou nada. Fazer aquele joguinho de dez jogadores num campinho só. Sylvinho brincou”, declarou.

Edílson no Jogo Aberto

No começo do ano, a Band promoveu uma troca de cadeiras entre o Jogo Aberto e Os Donos da Bola. Até o ano passado, Edílson Capetinha fazia parte do programa de Neto, mas ele deixou a atração no começo de 2021 e se transferiu para a produção comandada por Renata Fan.

No lugar de Edílson, a direção de Os Donos da Bola escolheu o ex-jogador do São Paulo Souza. Já o atacante pentacampeão do mundo ocupou o lugar que era do jornalista Paulo Roberto Martins, que fazia parte da produção desde 2014, mas deixou a emissora em fevereiro.

Mais Notícias