Reportar erro
Exclusivo

Ex-bailarina do Faustão relembra cobranças e lamenta fim do Domingão: "Injusto"

Kamilla Covas foi bailarina do Domingão do Faustão durante cinco anos, relembrou bastidores, demissão e diz que apresentador "vai brilhar na Band"

Montagem de fotos com a ex-bailarina do Domingão do Faustão sendo entrevistada pelo apresentador e sorridente olhando para a foto
A ex-bailarina do Domingão do Faustão, Kamilla Covas trabalhou durante cinco no programa
Marcela Ribeiro

Publicado em 07/07/2021 às 05:37:00

Ex-bailarina do Domingão do Faustão, Kamilla Covas participou do programa durante cinco anos. Ela deixou a atração em 2014, após ser demitida junto com outras bailarinas, mas guarda boas lembranças. A notícia de que Fausto Silva sairia da Globo, após 32 anos, sem uma despedida surpreendeu muita gente. Kamilla lamentou a decisão da emissora em conversa com NaTelinha e torce pelo sucesso do comunicador na Band em 2022.

"Achei injusto da parte da Globo de o Faustão sair sem se despedir ou fazer algum quadro porque ele é uma estrela e agora vai brilhar na Band. Não teve nenhum programa para se despedir, falar com o público, a Globo não deu essa oportunidade. Fico imaginando como vão ser os domingos sem o Faustão, ele é uma lenda na Globo. Ele vai brilhar muito mais na Band".

Kamilla conta que Faustão tinha uma relação ótima com as meninas do balé e se orgulhava de falar que muitas delas tinham outra formação ou cursavam faculdade, além de trabalharem no Domingão

"O lado bom de ser bailarina é trabalhar ao lado de um grande chefe da televisão, a gente aprende muita coisa com o Faustão, como é se virar nos 30 mesmo ao vivo. Se você errou um passo, todo mundo vai ver, se o Faustão falar alguma besteira, está ali. A gente aprendeu a se virar".

Balé e Demissão

Kamilla era figurante da primeira fila da plateia do Domingão quando foi convidada pelo coreógrafo Silvio Lemgruber para entrar para o balé do programa em meados de 2008.

"Não sou bailarina formada, na minha época isso não era exigido. Tinha que saber dançar, pegar as coreografias e ser simpática diante das câmeras. A linha de frente da plateia era formada por modelos, o coreógrafo sentou do meu lado e passou o email dele. Fiz algumas fotos, mandei, ele me chamou para fazer o teste. Fiz três testes e só no terceiro que passei".

Os ensaios aconteciam duas vezes na semana e, aos domingos, elas participavam ao vivo. Quando não estavam na Globo, as bailarinas tinham liberdade para participar de outros trabalhos. Kamilla foi demitida em 2014 junto com 10 bailarinas.

"Eles falaram que era renovação do quadro porque tinham que ter caras novas. Na época até saiu na mídia que fui mandada embora porque estava gorda, mas era mentira. A direção falou para mim que era renovação do quadro, até porque eu não estava nem gorda. Chegava final do ano, a gente ficava apreensiva com a demissões. Teve um dia que a minha hora chegou".

Cobranças

A ex-bailarina diz que, por trabalharem diretamente com as suas imagens, elas  tinham que manter os corpos em forma e cuidar da aparência, incluindo unhas e cabelos.

"Se você trabalha com imagem, tem que estar sempre com as unhas feitas, cabelo bem arrumado, não ficar acima do peso, era um quesito sim do programa. No Faustão, a pessoa tinha que sorrir, estar em forma, tinha que saber dançar, ser apresentável às câmeras".

A ex-bailarina enxerga muito mais o lado positivo do trabalho do que negativo, mas relembra que existiam algumas fofocas nos bastidores.

"Para mim acho que não teve lado ruim, era concorrido, tinha um grupinho de bailarinas, tinha fofoquinha, era normal, todo emprego tem esse grupinho, onde você se adequa mais ou não, tem esses burburinhos".

Uma outra cobrança é que elas aparecessem sempre sorridentes nas frentes da câmeras, o que nem sempre acontecia naturalmente.

"Têm dias que a gente não estava bem, tinha TPM, imagina trabalhar com 32 mulheres, e metade com TPM?  Não é fácil, tem que ter um remelexo. Já aconteceu comigo de estar com TPM e ter que estar lá sorrindo, mas, é o nosso trabalho, a gente foi contratada para isso, para passar simpatia e alegria para o público de casa. Mesmo passando por um momento triste, a gente tinha que estar ali sorrindo".

Mãe e estudante de Odontologia

Ex-bailarina do Faustão relembra cobranças e lamenta fim do Domingão: \"Injusto\"

Atualmente, Kamilla está com 32 anos, é mãe de Sophia, de 7, estuda Odontologia, está prestes a se formar e quer se especializar em cirurgia.

"Estou estudando muito porque quero entrar numa área hospitalar, que é me formar em buxo-maxilar e odontologia hospitalar. Estou estudando, trabalhando, sou mãe, coraçãozinho está meio bagunçado, mas está melhorando".

Esse ano, ela foi convidada para participar do reality show Ilha Record, mas não topou por conta da faculdade. "Falta pouco para eu me formar, não achei legal trancar a faculdade, mas estou disponível depois para trabalhos em realities".



Mais Notícias