Reportar erro
Explicação

Globo alerta que é falso "documento sigiloso" com regras para cobertura da pandemia

Fake news insinua que emissora manipula informações sobre Covid-19 para prejudicar Bolsonaro

Cesar Tralli é apresentador eventual do Jornal Hoje
Comandado por César Tralli no último sábado (24), o Jornal Hoje foi alvo de fake news - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 25/04/2021 às 15:40:00

A Globo emitiu um alerta afirmando ser falso o "documento sigiloso" que circula nas redes sociais sobre regras da emissora para cobertura da pandemia em seus telejornais. Datado de abril de 2020, a falsa pauta, atribuída ao editor-chefe do Jornal Hoje, Claudio Marques, insinua que o canal tem propagado inverdades sobre a Covid-19 para prejudicar o presidente Jair Bolsonaro.

No documento falso, supostamente divulgado por um funcionário demitido da Globo, há uma lista de orientações aos jornalistas da casa. Entre as mentiras, a emissora teria determinado que 80% de seus noticiários fossem sobre a pandemia. A direção também teria proibido que outras doenças e mortes causadas por elas fossem informadas.

Ainda de acordo com a notícia enganosa, as atrações da emissora não poderiam divulgar o número de pessoas recuperadas após contrair o coronavírus. Desacreditar procedimentos e medicamentos de prevenção e não envolver governadores e prefeitos, somente o presidente, o Ministro da Saúde e a AVISA, também são determinações do falso documento.

Ao fim, há a ameaça de que medidas cabíveis seriam tomadas junto aos profissionais descumprissem as ordens. O texto é falsamente assinado pelo editor-chefe do Jornal Hoje, Claudio Marques. Em comunicado, a Globo desmentiu que a pauta tenha sido criada pelo jornalista e negou a veracidade das informações do texto.

Leia, na íntegra, o alerta divulgado pela Globo sobre o falso documento

A Globo tem como pilar o jornalismo de qualidade, praticado com isenção e pluralidade, o que é reconhecido por seu público. E tem participado ativamente da luta contra notícias falsas com o projeto Fato ou Fake, que distingue fake de fato no que circula hoje em dia. Por isso, reforça que é falso o documento supostamente vazado que está sendo compartilhado nas redes sociais com o que seriam recomendações de pauta sobre a Covid-19 assinadas pelo editor-chefe do Jornal Hoje, Claudio Marques.

A Globo continuará vigilante e atuará de pronto na prevenção e em reação às denúncias de campanhas veiculadas em sites que disseminam desinformação, como sempre fez, e reafirma o seu compromisso com informação correta e com o seu o público.

Periodicamente, surgem sites e perfis falsos em nome da Globo ou de seus talentos. Para ajudar o telespectador a se prevenir contra essas páginas, a emissora mantém permanentemente em seu site uma área de Boatos e Alertas, na qual o telespectador e o internauta podem se informar sobre o que anda circulando na rede.

Mais Notícias