Reportar erro
Primeiro aniversário

CNN Brasil completa um ano no ar sem festa e com manifesto

Canal de notícias estreou em meio à pandemia no ano passado

Douglas Tavolaro na CNN Brasil
Douglas Tavolaro é CEO e sócio-fundador da CNN Brasil - Divulgação
Redação NT

Publicado em 15/03/2021 às 09:57:44,
atualizado em 15/03/2021 às 10:46:56

A CNN Brasil completa um ano no ar nesta segunda-feira (15). A estreia ocorreu justamente em um período que a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) estava surgindo e a doença se transformou em global. De lá pra cá, a emissora destaca que teve mais de 5500 horas de jornalismo ao vivo na TV, além de milhares de reportagens on-line e milhões de visualizações na internet, mas não vai celebrar o primeiro aniversário. O motivo é o respeito às vítimas de Covid-19.

Não haverá festas por conta do iminente perigo de proliferação do vírus e das regras restritivas, mas também não haverá celebrações. A emissora destaca que tudo isso é uma questão de respeito com aqueles que não conseguiram sobreviver e com os familiares que convivem com a dor.

Na noite desta segunda, a partir das 20h, a CNN Brasil colocará no ar um manifesto gravado por todo o elenco. "Nossa estreia coincidiu com o início da pandemia. Nesse tempo, muitas comemorações foram adiadas. De aniversários, de casamentos, de nascimentos de filhos. O Natal, Dia das Mães, Dia dos Pais e tantas outras datas especiais foram vividas de forma diferente. Assim, entendemos que o momento é de mostrar respeito pelas vítimas da pandemia e continuar fazendo o nosso trabalho: informar a população de forma imparcial sobre tudo o que vem ocorrendo", diz Douglas Tavolaro, CEO e sócio-fundador da CNN no país.

O primeiro ano da CNN Brasil

CNN Brasil completa um ano no ar sem festa e com manifesto

Ainda que exista dificuldades impostas pela pandemia, a CNN Brasil completa seu primeiro ano com alguns objetivos alcançados. Os executivos dos Estados Unidos elencam. "Lançar uma rede de notícias nunca é fácil. Fazer isso em meio a uma pandemia global e causar esse impacto em um primeiro ano é extraordinário. Parabéns a todos da CNN Brasil por oferecerem jornalismo de alta qualidade para o público brasileiro em um momento em que nunca foi tão essencial para o mundo ter acesso a fatos e informações", comemora Jeff Zucker, CEO global da CNN.

"Logo em seu primeiro ano, a CNN Brasil se estabeleceu como um competidor-chave no mercado de brasileiro de notícias, por qualquer métrica que se analise. Além de trazer o padrão CNN de jornalismo para o país, a equipe liderada por Douglas Tavolaro também inovou em sua abordagem na produção e distribuição de notícias em plataformas de TV, digitais e de rádio", acrescenta Rani Raad, presidente da CNN Worldwide Commercial.

Nos últimos 12 meses, a CNN Brasil informa que ofereceu 18 horas diárias de programação exclusiva ao vivo na TV. Sua transmissão ocorre pela TV, rádio, site, aplicativo e YouTube. No mês de janeiro, o que ela produziu impacto mais de 90 milhões de brasileiros.

De acordo com o Kantar Ibope e o Real Time Big Data, a CNN Brasil foi eleito o canal de notícias mais imparcial e independente do Brasil. Além disso, duas importantes unidades de negócios foram inauguradas: a CNN Rádio, em parceria com a rede Transamérica, que chega a mais de 240 cidades e a CNN Eventos, especializada em eventos corporativos, com produção exclusiva de conteúdo.

A audiência da CNN Brasil

Nessas mais de 5500 horas de jornalismo ao vivo, foram cerca de quatro mil sobre a Covid-19. A emissora passou ainda mais de 500 horas na liderança no mercado nacional de PayTV de maneira isolada ou empate com a GloboNews.

Em São Paulo, que é o maior mercado publicitário do país, foram mais de 1700 horas e no Rio de Janeiro, mais de 1100 de primeiro lugar. Segundo Tavolaro, ainda, a CNN Brasil recebeu os principais prêmios de mídia, mas as comemorações ficarão para outro momento mais oportuno.

"Teríamos muitos motivos para comemorar: os prêmios, a audiência, a relevância conquistada e a imparcialidade reconhecida pelo público através de importantes pesquisas. Mas decidimos apenas prestar nossa homenagem a quem sofreu perdas com a Covid-19. Neste momento, o nosso único desejo de aniversário é o de poder trazer boas notícias ao público, o mais rapidamente possível", finaliza.

TAGS:
Mais Notícias