Reportar erro
Mudança

Disney acaba com programas do Fox Sports e amplia transmissões ao vivo

Canal terá mais eventos, aproveitando alta de audiência

Jogadores do Liverpool comemorando gol
Premier League faz parte da programação dos canais Disney - Foto: Reprodução
Naian Lucas

Publicado em 11/01/2021 às 14:50:00

Em processo de fusão dos seus canais esportivos, a Disney decidiu nesta segunda-feira (11) acabar com todos os programas do Fox Sports e ampliar a transmissão ao vivo de campeonatos internacionais. A empresa passará a exibir mais jogos de La Liga, Premier League e NFL e criará faixas para reprises de partidas, aproveitando uma tendência de audiência.

Conforme apurou o NaTelinha, a DIsney percebeu que o Fox Sports cresceu com a chegada da NFL e campeonatos internacionais de futebol que passavam na ESPN, como a Premier League. Antes, principalmente com o futebol americano, o conglomerado não tinha espaço para exibir todos os confrontos ao vivo. Agora ela aproveitará suas emissoras esportivas para alcançar um número maior de telespectadores com transmissão de partidas simultâneas.

A decisão de encerrar com as produções de debate ao vivo acabou ocorrendo porque a direção identificou que o Fox Sports e a ESPN Brasil estavam dividindo o mesmo público. Na avaliação da alta cúpula da Disney, não fazia sentido ter o BB Debate e o Fox Sports na Rádio no mesmo horário, concorrendo um com o outro.

Mas a interrupção de programas de debate na grade também passa pela questão financeira. Como noticiou o NaTelinha, muitos profissionais recebiam três vezes mais do que os contratos da ESPN. O conglomerado iniciou uma operação de enxugamento da folha para que a conta feche no azul.

Cortes no Fox Sports não agrada

A Disney tomou uma decisão empresarial para equilibrar as finanças do Fox Sports, mas nem todos estão satisfeitos com a opção de realizar cortes e dar um ponto final nas atrações de debate ao vivo. Apesar da justificativa que os canais esportivos da empresa estariam disputando o mesmo público, jornalistas e comentaristas enxergam que empregos estão sendo perdidos.

Em dezembro, o Sindicato dos jornalistas Profissionais do Rio de Janeiro (SJPMRJ) divulgou uma carta ao UOL afirmando que a Disney não estava cumprindo o acordo com o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) de que os empregos fossem mantidos até 2022.

“Pelo acordo do CADE, a Disney deverá manter a Fox Sports no ar até janeiro de 2022. Isso poderia supor a manutenção dos empregos por, pelo menos, durante todo o ano de 2021. Infelizmente, o que se ouve na rádio corredor é que em janeiro haverá a dispensa de toda a equipe”, disse a entidade na época.

Procurada, a Disney enviou o seguinte comunicado: “Nosso pilar de esportes está passando por um processo de transformação para oferecer um conteúdo ainda mais variado e qualificado para a audiência do Brasil. A reformulação faz parte do planejamento da Companhia em busca de sinergia em seu pilar de esportes, seguindo os investimentos em sua programação, contando com um extenso portfólio de direitos, além de uma equipe de jornalismo referência junto aos fãs de esportes”.

Mais Notícias