Reportar erro
Cutucando a onça

Renata Lo Prete detona ministro da saúde ao vivo: "Tem que entender de vacinação"

Jornalista criticou Eduardo Pazuello após ele criticar trabalho da imprensa

Renata Lo Prete apresentando o Jornal da Globo
Renata Lo Prete no Jornal da Globo. Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 08/01/2021 às 10:07:00

Renata Lo Prete, apresentadora do Jornal da Globo, detonou o atual ministro da saúde do Brasil, Eduardo Pazuello, por comentário dele durante coletiva de imprensa na última quinta-feira (7). Após o noticiário exibir uma fala do ministro em tom de crítica ao trabalho dos jornalistas sobre a demora no início da vacinação contra o coronavírus, Renata esculachou Pazuello ao vivo.

"Não queremos a interpretação do fato dos senhores. Não queremos tendência ideológica ou de bandeira. Eu quero assistir à televisão e ver a notícia do fato que aconteceu", disse o ministro da saúde aos jornalistas na coletiva de imprensa mostrada no Jornal da Globo.

"O ministro Pazuello parece não saber que interpretar significa dar sentido às coisas. Sem interpretar, você não informa corretamente, você é enrolado. Mas não tem importância ele saber disso. O importante, aos 10 meses de pandemia com sete meses no cargo, é ele entender de vacinação, isso sim é importante para o povo brasileiro", devolveu Renata.

Pazuello concedeu a entrevista para dar mais detalhes da medida provisória sobre a compra de vacinas e insumos para a imunização contra a Covid-19. Entretanto, deixou de responder algumas perguntas e saiu antes do combinado alegando que tinha outros compromissos e que iria se reunir com o presidente Jair Bolsonaro.

Jair Bolsonaro chama William Bonner de canalha

Outra polêmica desta quinta-feira (7) envolvendo jornalistas com o atual governo foi uma fala de Jair Bolsonaro, durante conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, em que atacou a imprensa e acabou detonando William Bonner.

O presidente chamou o apresentador do Jornal Nacional de sem-vergonha e, minutos depois, disse que o jornalista é canalha.

"Pessoal da imprensa, sem vergonha, William Bonner, sem vergonha, vai ter seringa para todo mundo. William Bonner, por que seu salário foi reduzido? Porque acabou a teta do governo. Vocês têm que criticar mesmo. Quase R$ 3 bilhões por ano para a imprensa e grande parte para vocês, acabou", afirmou o presidente sobre o suposto corte de gasto com anúncios publicitários do governo nos veículos de comunicação.

"Agora estão dizendo que vai faltar seringa para outras doenças. São canalhas. Bonner, você é o maior canalha que existe, William Bonner. São canalhas. O tempo todo mentindo", afirmou Bolsonaro sobre a notícia veiculada sobre o atraso do início da vacinação no Brasil contra a Covid-19.

Mais Notícias