Reportar erro
Polêmica

Datena sai em defesa de William Bonner após Bolsonaro chamar âncora do JN de “canalha”

Datena saiu em defesa de William Bonner, após presidente Jair Bolsonaro chamar âncora do JN de "canalha"

Datena
Divulgação/ TV Globo
Leandro Lel Lima

Publicado em 07/01/2021 às 17:50:21

Conhecido por suas declarações polêmicas, José Luiz Datena usou seu espaço no Brasil Urgente desta quinta-feira (07) para alertar o presidente Jair Bolsonaro sobre suas posições e os rumos do país, no que envolve a pandemia da covid-19, os reflexos das eleições nos EUA, o respeito à democracia e nas entrelinhas o fato de Bolsonaro ter chamado William Bonner de “sem-vergonha, canalha e mentiroso”: “Não aceito o termo ‘canalha’ para a história da imprensa brasileira. Respeito minha profissão, respeito meus colegas de trabalho”.

O assunto ganhou destaque por conta da participação do correspondente da Band nos EUA, Eduardo Barão, Datena, então, analisou os desdobramentos das manifestações que ocorreram na Terra do Tio Sam na tarde da última quarta (06) pró-Trump: “[Trump] é um cidadão desequilibrado, pior presidente, um apresentadorzinho, um presidente pequeno, não tem apoio do partido, da imprensa, de mais ninguém, ele merece ser punido”.

Em seguida, Datena citou o presidente Jair Bolsonaro, que na manhã desta quinta (07) citou os protestos nos EUA, apontando que Trump é vítima de uma fraude nas eleições. “O presidente Jair Bolsonaro usou esse exemplo nos EUA pra dizer que: ‘olha se não tiver voto impresso no Brasil em 2022, o que aconteceu lá nos EUA vai acontecer aqui no Brasil’. Isso é um absurdo”, disse o âncora que o presidente está incitando um golpe no Brasil.

Num claro recado a Bolsonaro, o comunicador disse: "Pare de defender esse lunático, se houvesse fraude nas eleições de 2018, você não seria eleito, o senhor era um dos últimos colocados. Pelos erros da esquerda, pela exposição das suas ideias, que muita gente concorda, pela imprensa que divulgou suas ideias, o senhor não pode ficar atacando a imprensa como o senhor ataca, respeite a democracia”.

“Pense bem naquilo que o senhor fala, pois o que o senhor fala hoje tem que ser sustentado amanhã. Não adianta falar bobagem hoje amanhã colocar na boca da imprensa. O que aconteceu nos EUA hoje não tem nada a ver com o Brasil”, afirmou Datena ao relembrar como a ditadura, tão defendida por Bolsonaro, derramou sangue ao matar, bater e sumir com profissionais da imprensa.

Para finalizar, o apresentador defendeu os jornalistas que são diariamente atacados pelo presidente da república, em especial o âncora do Jornal Nacional, William Bonner, que foi chamado de “canalha” por Bolsonaro: “Não aceito o termo ‘canalha’ pra mim. E não aceito o termo ‘canalha’ para a história da imprensa brasileira. Se não fosse a imprensa brasileira hoje não viveríamos num país democrático. Respeito minha profissão, respeito meus colegas de trabalho. Não sou canalha. Nenhum de nós pode chegar em casa e ser questionado por nossos filhos: o senhor é canalha, papai? Eu não sou canalha, não aceito esse termo”.

Ataque de Bolsonaro a Bonner

Tendo seus apoiadores como plateia, Bolsonaro disparou contra o jornalista da Globo por conta do texto lido pelo âncora do Jornal Nacional na noite da última quarta (06), em que Bolsonaro critica a imprensa, que por sua vez critica a postura do presidente em relação às medidas contra a pandemia da covid-19, desta vez a compra de seringas foi a protagonista do embate. Alguns internautas apontaram que Wiiliam, em determinado momento, imitou o tom de voz de Bolsonaro ao ler o que o presidente tinha falado a respeito da licitação dos utensílios médicos, necessários para a vacinação dos brasileiros.

“Pessoal da imprensa, sem vergonha, William Bonner, sem vergonha, vai ter seringa para todo mundo. William Bonner, por que seu salário foi reduzido? Porque acabou a teta do governo. Vocês têm que criticar mesmo. Quase R$ 3 bilhões por ano para a imprensa e grande parte para vocês, acabou a grana”. Vocês falam que não comprei seringa agora. Por quê? Porque quando fui comprar, o preço dobrou. Se eu compro, vão falar que eu comprei superfaturado. Não dou essa chance para vocês. O Brasil é um dos países que mais produzem seringas. Não vai ter falta de seringas. disse. Agora, estão dizendo que vai faltar seringa para outras doenças. São canalhas. Bonner, você é o maior canalha que existe, William Bonner. São canalhas. O tempo todo mentindo".

TAGS:
Mais Notícias