Reportar erro
De volta

Rodrigo Constantino é recontratado pela Jovem Pan após demissão polêmica

Colunista retorna à rádio na próxima segunda-feira (11)

Rodrigo Constantino em uma live
Rodrigo Constantino retorna a Jovem Pan. Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 05/01/2021 às 10:21:00

Rodrigo Constantino foi recontratado pela Jovem Pan nessa segunda-feira (4), com até data de retorno à rádio. O colunista vai reestrear no programa Pingos nos Is na próxima segunda (11), cobrindo férias de Augusto Nunes e José Maria Trindade, segundo informações antecipadas pelo colunista Flávio Ricco e confirmadas pelo NaTelinha. Rodrigo foi demitido em novembro do ano passado após comentário controverso, envolvendo o caso de estupro de Mari Ferrer, ao questionar o abuso da jovem.

No início da tarde desta terça (05), Constantino celebrou a sua volta à JP, elencando os seus empregos ao divulgar esta reportagem: "Até que para um desempreGADO sigo mantendo alguns jobs: Jovem Pan, RedeTV, Gazeta do Povo, Notícias do Dia, Revista Oeste, Diário de SP, e ainda presidente do Conselho do Instituto Liberal, fora parceria com a LVM e minha live TudoConsta. O dia tinha que ter mais do que 24 horas".

E provocou: "Pensamento do dia: só pode ser 'cancelado' quem aceita a legitimidade dos 'canceladores', que não passam de um bando de fascistas losers e ressentidos". Por fim, ele reforçou que sua reestreia na rádio será na próxima semana no Pingos nos Is.

Procurada, a Jovem Pan confirmou a volta de Rodrigo Constantino, mas destacou que até o momento será apenas na próxima semana, cobrindo férias. "Na verdade, ele está apenas substituindo um jornalista que está de férias. Vai ficar da semana do dia 11. Após esse período, não temos mais informações", disse via assessoria de imprensa.

A polêmica de Rodrigo Constantino

Em novembro, o colunista afirmou que não denunciaria possíveis estupradores da sua filha, dependendo dos fatos do suposto episódio. Após muitas críticas nas redes sociais, a direção da rádio decidiu pelo desligamento do colunista. A informação foi confirmada em nota.

No Twitter à época, Constantino desabafou: "Vocês venceram uma batalha, parabéns! A pressão foi tão grande sobre a Jovem Pan, distorcendo claramente minha fala, que não resistiram. Não os culpo. É do jogo. Quem me conhece e quem viu de fato sabe que eu jamais faria apologia ao estupro! Mas desde já estou fora da Jovem Pan".

Na ocasião, segundo apurou o NaTelinha, a nova direção da Jovem Pan cedeu à pressão interna e entendeu que Rodrigo passou de todos os limites em seu comentário, sendo impossível mantê-lo no quadro de funcionários, mesmo ele seguindo a linha de direita que a rádio busca.

Jovem Pan repudiou comentário de Rodrigo Constantino

Em comunicado na época, a empresa repudiou o comentário de Constantino e deixou claro que ele foi feito numa live independente, sem ligação com a Jovem Pan. Confira na íntegra:

"O Grupo Jovem Pan tem como premissa a liberdade de expressão e o amplo debate entre seus comentaristas. Diante do ocorrido nesta quarta-feira em uma live independente promovida fora de nossas plataformas por um de nossos comentaristas, o Grupo Jovem Pan esclarece que desaprova veementemente todo o conteúdo publicado nos canais apresentados e nesta live. Reafirmamos que as opiniões de nossos comentarias são independentes e não representam a opinião do Grupo Jovem Pan. No caso de Mariana Ferrer, defendemos que a vítima não deve ser responsabilizada, apesar do respeito que todos nós devemos ter de decisões judiciais. Em consequência do episódio, Rodrigo Constantino foi desligado do quadro de comentaristas nesta quarta (04/11)".

Depois da rádio, o jornalista também perdeu outros empregos por causa da sua declaração, sendo demitido da Record, Rádio Guaíba e Correio do Povo. Na sequência, foi contratado pela RedeTV! para participar do programa Opinião no Ar.



Mais Notícias