Reportar erro
Pediu R$ 50 mil

Tatá Werneck é processada pela RedeTV! após piada no Prêmio Multishow

Humorista falou do orçamento e da grade de programação do canal

Tatá Werneck durante o Prêmio Multishow
Tatá Werneck responde processo da RedeTV! por causa de piada - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 27/12/2020 às 21:13:22

A humorista Tatá Werneck está sendo processada pela RedeTV! por causa de uma piada feita no Prêmio Multishow 2020. A emissora comandada por Marcelo de Carvalho e Amílcare Dallevo está pedindo uma indenização de R$ 50 mil depois que a artista comparou sua roupa para o evento de TV fechada ao orçamento e a grade de programação do canal.

De acordo com o jornalista Leo Dias em sua coluna no Metrópoles, a RedeTV! está fazendo acusações contra Tatá Werneck por conta da piada feita durante a premiação exibida nos dias 11 e 12 de novembro no Multishow. "Gente, não repare, eu vim de moto direto, entendeu? Eu vim assim. Peguei no varal, tá molhada ainda. Isso aqui é o orçamento de uma grade da RedeTV!. Pelo amor de Deus gente, não quero que vocês reparem", brincou a humorista que, atualmente está no ar na reprise de Haja Coração, no horário das 19h da Globo.

No processo, os advogados da emissora de Osasco acusam Tatá de pouco caso. "Comentários sobre sua própria vestimenta de modo a ironizar a qualidade da roupa, associando-a de forma totalmente descabida ao orçamento e à qualidade técnica desta emissora". E para evitar qualquer chance de ser chamada de mimimi, os advogados garantem que a RedeTV! não é contra piadas, mas lembra que o “que fez a ré (Tata) foi um ataque gratuito e sem fundamento, cujo único intuito é o de macular a imagem da autora (RedeTV!)".

Ainda nos autos é dito que a humorista fez chacota do canal. "Neste contexto, podemos ver, de forma cristalina, que a Ré faz chacota da emissora Rede TV!, comparando em tom de ironia a qualidade de sua vestimenta à qualidade e capacidade financeira desta emissora. A Ré declara, de forma inegável, que a sua roupa, molhada e amarrotada, teria o orçamento igual ou maior do que o de uma 'grade' inteira desta emissora autora, criticando grosseiramente toda a qualidade da programação, bem como, a capacidade financeira da autora".

O que diz Tatá Werneck

O advogado de Tatá Werneck criticou o posicionamento da RedeTV!. Em nota enviada ao colunista Leo Dias, Ricardo Brajterman afirma que a emissora perdeu o que chama de senso de ridículo e acusou o canal de estar desesperado por dinheiro. Ele lembrou ainda que o próprio processo vai ser alvo de piadas, não deixando claro se a situação será utilizada pela humorista no futuro. Confira na íntegra:

“Com essa descabida demanda, a RedeTV! demonstra que perdeu completamente o senso do ridículo. O próprio processo será alvo das mais infames piadas. Ao invés de se preocupar em apresentar um conteúdo que lhe proporcione audiência, a RedeTV!, mais uma vez, tenta buscar atenção para si através da exploração do prestígio e boa fama de pessoas de bem, como o caso da Tatá. É bom lembrar que a RedeTV! não tem capacidade econômica de investir em artistas para formar um elenco exclusivo e de qualidade, por isso usa indevidamente e sem autorização a imagem artistas, cantores, apresentadores para conseguir audiência, assim se dava no Pânico e nos programas de fofoca.

A fala da Tatá está dentro do limite da liberdade de expressão e da liberdade artística, em nenhum momento teve discurso de ódio e muito menos, por exemplo, uma manifestação para que boicotem a emissora, o que poderia gerar algum dano. A visão da RedeTV! é tão obtusa, que não conseguiu enxergar que a manifestação da Tatá foi positiva para ela, pois, ao contrário do que a emissora sustenta, o vestido da minha cliente foi caríssimo, semelhante a sempre luxuosa e refinada programação da RedeTV!. Essa ação é um tiro no pé.

Mas se a RedeTV! está tão desesperada por dinheiro, a ponto de fabricar um processo totalmente descabido para pedir R$ 50.000,00 da Tatá, eu posso tentar convencer minha cliente a doar o vestido que ela usou no prêmio, e eles ainda podem ficar com o troco”.

Mais Notícias