Por onde anda

Campeão do único MasterChef Júnior fatura com gastronomia e lembra todo dia do reality

Lembra dele? Lorenzo Ravioli ganhou o MasterChef Júnior há exatos cinco anos

 Campeão do único MasterChef Júnior fatura com gastronomia e lembra todo dia do reality
Lorenzo Ravioli ergueu o troféu do MasterChef Júnior há exatos cinco anos - Reprodução/Divulgação/TV Bandeirantes/Instagram

Thiago Forato

Publicado em 15/12 às 05:39:00

Lorenzo Ravioli conhece a gastronomia praticamente de berço. É filho de Franco Ravioli, renomado chef no país, e encheu o pai de orgulho quando se sagrou o grande campeão do MasterChef Júnior, que completa cinco anos de seu fim nesta terça-feira (15). "Nasci praticamente dentro de uma cozinha. Me recordo que sempre estava por ali com meu pai que teve alguns restaurantes", recorda ele em entrevista exclusiva ao NaTelinha.

continua depois da publicidade

Especialista em comida italiana, seu primeiro prato foi um Penne al Pomodoro entre 6 e 7 anos de idade. Depois disso, relata ter se apaixonado pela profissão e seguia seu pai pelos restaurantes. Apesar do apreço pela culinária da Itália, ressalta: "A comida francesa e a oriental de modo geral também são minha paixão".

Lorenzo tinha apenas 13 anos quando venceu o reality gastronômico da Band. Agora com 18, está até com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em mãos e quer se formar em Administração. "Entendo que pra ter um restaurante, temos que saber administrar também. Não podemos ficar apenas com o glamour. Além disso, quero continuar a fazer meus eventos e tudo que envolva a gastronomia. Em paralelo, quero fazer estágios e cursos importantes no exterior", avisa ele, que pensa em abrir um restaurante, mas reconhece que tem um longo caminho para percorrer.

continua depois da publicidade

A experiência do MasterChef Júnior

O campeão da primeira e única temporada do MasterChef Júnior se impressiona com a velocidade que o tempo passou. "Olhando para trás, eu nunca imaginaria aquela sensação que até hoje perdura. Sem dúvida, vou levar aquela experiência para toda minha vida. Aliás, diariamente em função do meu trabalho, lembro da competição. Foi demais!", elogia.

Depois do programa, Lorenzo afirma que um grande leque de oportunidades se abriu. Os convites profissionais foram inúmeros e até hoje são frequentes. Fez cursos, conheceu diferentes chefs e garante aprender diariamente com todos eles: "Faço palestras, workshops, campanhas de alimentos e estou lançamento meu curso on-line. Cozinho duas receitas por semana e posto no meu Instagram. Mantenho contato e troco ideias sobre gastronomia com meus seguidores. Adoro!".

continua depois da publicidade

Depois de travar a final do MasterChef Júnior com Lívia, afirma que se tornaram grandes amigos. "Peguei um carinho especial por ela. Mas tenho contato com a Paula Labaki, responsável pela organização gastronômica do programa na época. Conhece muito. Domina a gastronomia como poucos", diz ele, que também mantém contato com Erick Jacquin. "É um cara engraçado, 'brabo', mas de um coração que não cabe nele", acrescenta.

continua depois da publicidade

Em 2015, o MasterChef Júnior contou com um episódio lamentável. Na estreia, Valentina Schulz, uma das participantes, foi vítima de comentários pedófilos na internet. Lorenzo relembra que todos ali tinham a plena noção do que estava acontecendo. "Entendi que todos e em qualquer idade consegue perceber essa aberração", detona.

"A Valentina levou numa boa e isso não tirou o foco de todos nós que na época tínhamos uma grande amizade entre os participantes. Este mal tem que ser banido, mas temos sempre que seguir em frente", analisa.

continua depois da publicidade

A Band lançou um formato com ex-participantes no ano passado, e ninguém do MasterChef Júnior foi convocado. Questionado se Lorenzo aceitaria retornar à cozinha da Band, ele garante: "Sinceramente, nunca penso nisso. Talvez eu já tenha feito a minha parte. Mas, se o convite vier, vou pensar na possibilidade".