Apuração

Jornalistas se demitem da Globo para tentar política; veja quem venceu eleição

Em São Paulo, apresentadora de Bauru virou prefeita; repórter de Santos perdeu no segundo turno

 Jornalistas se demitem da Globo para tentar política; veja quem venceu eleição
Michelly Alencar, Suéllen Rosim e Solange Freitas disputaram eleições - Foto: Montagem/Reprodução/Instagram/TV Tribuna

Paulo Pacheco

Publicado em 01/12/2020 às 18:40:01,

O resultado das eleições municipais mexeu com a rotina não apenas dos jornalistas que cobriram a apuração. Repórteres e apresentadores da Globo e suas afiliadas pediram demissão e concorreram aos cargos de prefeito e vereador. O NaTelinha lista profissionais que trocaram a TV pela política e foram eleitas ou perderam nas urnas.

continua depois da publicidade

Suéllen Rosim

A jornalista Suéllen Rosim, que trabalhou durante oito anos como repórter e apresentadora da TV Tem (afiliada da Globo no interior de São Paulo), se elegeu prefeita em Bauru, no segundo turno, com 89.725 votos. Ela está na política desde 2018, quando pediu demissão da TV para se candidatar a deputada estadual. Suéllen sofreu ofensas racistas em um grupo de WhatsApp após sua vitória nas urnas. A polícia foi acionada para identificar os criminosos.

continua depois da publicidade

Solange Freitas

Outra candidata a prefeita em São Paulo também saiu da Globo, porém perdeu a disputa. Principal repórter da emissora na Baixada Santista, Solange Freitas iria completar 15 anos de TV Tribuna em 2020, porém largou a TV para tentar ser a chefe do Executivo de São Vicente. Em sua primeira eleição, conseguiu ser a mais votada no primeiro turno, mas o concorrente, Kayo Amado, virou a votação no último domingo (29). Solange pretende continuar na política.

continua depois da publicidade

Michelly Alencar

Em julho, Michelly Alencar, repórter e apresentadora da TV Centro América (afiliada da Globo no Mato Grosso), se despediu da emissora onde trabalhou durante 12 anos. O motivo: tentar pela primeira vez uma vaga no Legislativo de Cuiabá. A jornalista, que é casada com o secretário-adjunto de Esporte e Lazer do estado, Jefferson Neves, foi a nona candidata a vereadora mais votada da capital mato-grossense e ocupará uma cadeira na Câmara Municipal.

continua depois da publicidade

Valéria Monteiro

Primeira mulher a apresentar o Jornal Nacional, Valéria Monteiro fez história na Globo e também trocou a televisão pela política. Em 2017, anunciou sua pré-candidatura à Presidência da República, porém seu partido, PMN, decidiu não concorrer ao Planalto. Quis concorrer à Prefeitura de Campinas (interior de São Paulo), porém contentou-se em ser vice na chapa de André von Zuben. Obteve apenas 6.667 votos e ficou em décimo lugar nas urnas.

continua depois da publicidade

TAGS: