Reportar erro
Exclusivo

GloboNews estuda manter César Tralli na grade diária após a pandemia

Apresentador faz sucesso no Edição das 18h.

César Tralli posa em jornal da GloboNews
César Tralli faz jornada dupla no Grupo Globo
Gabriel Vaquer

Publicado em 10/11/2020 às 10:25:15

Apresentador do SP1 na Globo SP e do Edição das 18h na GloboNews, César Tralli pode ficar na programação do canal de notícias em 2021, quando a pandemia do novo coronavírus se acalmar ou quando uma vacina chegar. A emissora estuda uma possiblidade de encaixá-lo na grade por causa de sua grande aceitação junto ao público.

Segundo apurou a reportagem do NaTelinha, existe uma ideia de colocá-lo em um horário da programação sem que isso cause prejuízos para os atuais apresentadores, como Christiane Pelajo, Maria Beltrão e Marcelo Cosme. Inicialmente, César Tralli não sairia do jornal local da Globo em São Paulo e faria uma jornada dupla. Um ponto que pesa a favor do âncora é o principal deles: a audiência.

Desde que chegou no Edição das 18h, em março, para substituir a âncora Leilane Neubarth, o programa disparou na audiência e quase dobrou o seu desempenho médio no PNT (Painel Nacional de Televisão). A média do jornal passou a ser acima de 1,1 ponto. Com Leilane, ele ficavam em torno de 0,6. Na Grande São Paulo, o número é ainda melhor e chega frequentemente aos picos de 2 pontos. Ou seja, Tralli agradou em cheio o público que gosta de notícias.

Internamente, ele já disse que gostaria de aumentar sua participação na GloboNews e está disponível caso a empresa queira. Seria uma exposição nacional importante, algo que Tralli hoje não tem. O jornalista é muito prestigiado na emissora carioca, por causa de seu estilo. Mais que ser um apresentador, é um repórter eterno: normalmente apura informações e dá grandes furos, principalmente quando se trata de assuntos do estado paulista.

César Tralli mudou jornal da GloboNews

César Tralli está no SP1 desde 2011, quando mudou o estilo do telejornal, tornando-o mais informal. Recentemente, recebeu uma proposta para mudar de emissora e assinar com a CNN Brasil. Porém, recusou e decidiu ficar na Globo. A possibilidade dele seguir na GloboNews diariamente não tem a ver com a sondagem do canal de notícias concorrente.

A situação expõe ainda mais como está indefinido o futuro de Leilane Neubarth. A experiente âncora de 61 anos está afastada desde o início da pandmeia do novo coronavírus por ser do grupo de risco, mas não faz nenhuma participação na programação da GloboNews, algo que não acontece com outros afastados dos estúdios e que são do grupo de risco, como José Roberto Burnier, Merval Pereira, Miriam Leitão, entre outros apresentadores e comentaristas.

Vale ressaltar que a GloboNews vive tempos de mudanças. Desde o mês passado, Aline Midlej apresenta a Edição das 10h no Rio de Janeiro, depois de quatro anos em São Paulo. Por causa disso, Raquel Novaes, que estava na emissora de notícias da Globo desde 2009, foi dispensada após 11 anos.

Mais Notícias