Reportar erro
Pagou a língua?

Programa negacionista do RS vira foco de Covid-19 com direito a apresentador entubado

Xicão Tofani e Gustavo Victorino, entre outros, foram infectados pelo coronavírus

Gustavo Victorino esbravejando
Gustavo Victorino foi infectado pelo novo coronavírus
Redação NT

Publicado em 20/10/2020 às 14:11:31

Programa considerado negacionista da TV Pampa, afiliada da RedeTV! no Rio Grande do Sul, tornou-se foco do novo coronavírus. Nas últimas semanas, vários de seus integrantes contraíram a doença, incluindo um que está em estado grave. A mais nova vítima é Gustavo Victorino. Ele testou na última quinta-feira (15) e o resultado foi positivo dois dias depois. De acordo com o site Coletiva.Net, o comunicador de 64 anos está com sintomas fracos e explicou que fez o teste por precaução.

Xicão Tofani e Magda Beatriz também já haviam testado positivo para o vírus. O primeiro está entubado e em estado grave há 11 dias no Hospital das Clínicas de Porto Alegre, enquanto ela está se recuperando em casa, com sintomas leves.

Acusado de negar as reais dimensões da Covid-19, o programa Atualidades Pampa também não cumpria adequadamente as recomendações de distanciamento social, sem qualquer separação no cenário. O programa foi alvo de críticas entre os telespectadores e nas redes sociais.

A atração seguirá no ar e com um novo integrante que chegará à bancada. A apresentadora Karla Krieger segue afastado, ainda que tenha testado negativo. Ela sentiu uma indisposição e decidiu se afastar, com o intuito de preservar a si e a família.

Dessa forma, o Atualidades Pampa está sendo apresentado no momento por Roberta Coltro com os comentários de Airton Ruschel e Ali Klemt, contando ainda com os reforços da médica psquiatra Mariana Uebel e do jornalista Luiz Carlos Reche - este que comentou recentemente o GreNal no SBT como convidado.

Polêmica com Felipe Neto

Victorino, aliás, chegou a classificar o youtuber Felipe Neto como pedófilo em julho. Depois, se retratou na afiliada da RedeTV! no Rio Grande do Sul, do qual faz parte. Apesar disso, o youtuber processa o jornalista. "Conforme o próprio jornalista falou: há limites na liberdade de expressão. Esses limites são definidos pela lei", resumiu.

Gustavo Victorino também admitiu que pode ter "forçado". "Posso ter usado palavras fortes, inadequadas", resumiu.

Mais Notícias