Polêmica

Marcão do Povo é suspenso por fazer comentários políticos no SBT

Silvio Santos não quer opiniões sobre política no Primeiro Impacto

 Marcão do Povo é suspenso por fazer comentários políticos no SBT
Marcão do Povo no Primeiro Impacto - Foto: Reprodução/SBT

Marcão do Povo foi suspenso do Primeiro Impacto pela sua insistência em emitir posicionamentos políticos no programa do SBT. Não é a primeira vez que o apresentador é afastado por conta das suas declarações. Silvio Santos deu a ordem seguindo o mesmo critério que adotou há alguns anos, proibindo que seus jornalistas deem opiniões no ar.

continua depois da publicidade

Segundo informação publicada pelo colunista Flávio Ricco, Marcão ficará suspenso até o próximo dia 12 por "comportamento inadequado". O NaTelinha apurou que a advertência aconteceu especificamente pelas opiniões políticas emitidas no Primeiro Impacto, já que o formato permite comentários, mas Silvio Santos não quer que se fale do tema, seja para elogiar ou criticar qualquer parlamentar.

continua depois da publicidade

Não é o que vem acontecendo de julho pra cá. Em duas ocasiões, segundo levantamento realizado pela reportagem, o apresentador não escondeu sua insatisfação com os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e também sua simpatia pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Os caras estão preocupados para ferrar o Bolsonaro. Os caras estão preocupados em ferrar a família do Bolsonaro. Não tem nada para falar do presidente, aí foram atacar os filhos do presidente. Agora querem atacar a esposa do presidente. Querem atacar o presidente de tudo que é jeito. Você tá vendo alguém lutar pelas mulheres lá? Não vê. Você tá vendo alguém lutando pelo cidadão que tá passando fome? Nada. O cara [Bolsonaro] tá lutando sozinho pela população e os caras [oposição] estão querendo atacá-lo de tudo que é jeito. É no Senado, é na Câmara, é no STF, é na mídia que só quer ferrar o cara. Por isso o presidente tá crescendo. Ele é igual massa de pão. Por isso to contigo, presidente. E não abro”, declarou o jornalista no dia 27 de agosto.

continua depois da publicidade

“Agora o STF tá botando pesado neste treco de fake news. Inclusive entrando em casas de empresários sérios, de pessoas honestas, cometendo verdadeiro abusivo de autoridade. E esse texto do Caio Coppolla me chamou muita atenção: ‘Liberdade de expressão é poder falar dos ministros do STF, deputados, senadores e de agentes públicos da mesma forma que se fala do presidente. Isso sim é liberdade de expressão’. Mas não é isso que acontece no Brasil. Quando a água bate na b**** deles, eles dão os pulos para sair nadando. Aí vem outra pergunta: Pra quem vamos recorrer se eles são a instância máxima do judiciário. Nós estamos, meu povo brasileiro, num mato sem cachorro”, desabafou o apresentador no dia 28 de julho.

continua depois da publicidade

Além desses dois exemplos, ele também se manifestou em outras oportunidades, mas com menor intensidade. Marcão nunca escondeu sua simpatia com Bolsonaro e políticos que são classificados como integrantes de grupos de direita e ultra-direita.

Procurada pelo NaTelinha, a assessoria de comunicação do SBT afirmou que Marcão do Povo está afastado de licença.

Marcão do Povo já foi suspenso

Marcão do Povo já foi afastado pelo SBT em outro oportunidade, no dia 7 de abril, quando sugeriu no Primeiro Impacto que o Governo Federal deveria criar campos de concentração para levar todos os casos de coronavírus para evitar que a doença se espalhasse pelas cidades, além de colocar o exército nas ruas e prender os governadores que não seguissem as ordens do presidente.

continua depois da publicidade

A emissora confirmou o afastamento por meio de nota enviada à imprensa e pediu desculpas a quem tenha se sentido ofendido com as declarações que repercutiram na web somente no dia 8 de abril. Ele ficou 15 dias sem apresentar o telejornal e na ocasião disse que se expressou mal.