Reportar erro
Sabatina

Jornal da Gazeta inicia entrevistas com candidatos a prefeito de SP

Bate-papo será feito pela jornalista Denise Campos

Jornalista Denise Campos posando para a foto
Denise Campos comandará a sabatina - Foto: Divulgação/TV Gazeta
Redação NT

Publicado em 05/10/2020 às 15:03:04

Com o início da campanha eleitoral, a TV Gazeta estreia nesta segunda-feira (5) o quadro Sabatinas Eleições 2020. Durante o mês de outubro, o Jornal da Gazeta receberá os 14 candidatos à prefeitura de São Paulo e eles serão entrevistados pela jornalista Denise Campos de Toledo.

O primeiro nome que estará no estúdio da emissora é o atual prefeito da capital paulista e candidato à reeleição Bruno Covas. Na terça (6) será a vez de Guilherme Boulos. Após a participação do postulante ao cargo de chefe do executivo, a ordem de convidados será: Márcio França, Celso Russomano, Joice Hasselmann, Arthur do Val, Levy Fidelix, Jilmar Tatto, Filipe Sabará, Orlando Silva, Andrea Matarazzo, Marina Helou, Antonio Carlos e Vera Lúcia.

Cada concorrente terá 13 minutos para responder aos questionamentos feitos por Denise. Ela abordará diversas questões sobre o plano de governo de cada um, como educação, saúde, emprego, transporte, infraestrutura, entre outros. O combate ao coronavírus também estará em pauta.

Uma das novidades da sabatina será a participação do público. Os telespectadores poderão enviar perguntas aos candidatos através dos perfis das redes sociais do Jornal da Gazeta. A produção vai ao ar de segunda a sexta, a partir das 19h.

Eleições 2020

Jornal da Gazeta inicia entrevistas com candidatos a prefeito de SP

As emissoras de TV já montaram suas equipes de jornalismo para cobrir as eleições 2020 que vão eleger prefeitos e vereadores nas cidades brasileiras. Por conta da pandemia do novo coronavírus, os canais se envolveram em polêmicas em relação aos debates.

O SBT cancelou o encontro entre os candidatos e a Globo avisou que só fará o evento se todos os partidos concordarem com a presença apenas dos quatro primeiros colocados nas pesquisas do Ibope e Datafolha.

Claro que as decisões dos dois canais desagradaram os concorrentes e há uma movimentação nos bastidores para que as duas emissoras mudem de ideia, conforme noticiou o NaTelinha.

Mais Notícias