Eleições 2020

Datena apresenta programa de rádio e não disputará as eleições: "Foi só projeto"

Prazo para afastamento seria hoje, embora haja um projeto na Câmara e Senado que pode adiar data

Datena apresenta programa de rádio e não disputará as eleições:
José Luiz Datena em seu Brasil Urgente - Reprodução/TV Bandeirantes

Publicado em 30/06/2020 às 12:17:47 ,
atualizado em 30/06/2020 às 14:15:42

Por: Thiago Forato

José Luiz Datena estava em um impasse se sairia candidato nas próximas eleições municipais de São Paulo. Na manhã desta terça-feira (30), ele apresentou normalmente seu programa na Rádio Bandeirantes, embora houvesse outro apresentador à espera, caso Datena mudasse de ideia e levasse adianta o projeto político, enquanto à tarde seu filho Joel também estava pronto para assumir o Brasil Urgente na Band. "Olha, havia um projeto do partido (MDB) para candidatura, mas foi só projeto. Como não entrei, não desisti. Só não entrei", explicou ele ao NaTelinha.

Esta terça-feira (30) é a data limite para que profissionais que atuam na TV ou rádio se afastem de seus trabalhos. Datena estava na dúvida se sairia ou não candidato, mas a vontade da família e amigos prevaleceu.

Vale lembrar, no entanto, que o caso pode ter uma reviravolta: tramita na Câmara e Senado um projeto que pode adiar o prazo para que profissionais de rádio e TV se afastem só em agosto, já que as eleições podem ficar para o último bimestre do ano, em virtude da Covid-19.

O impasse de Datena

O jornalista havia dito a Leo Dias em 11 de junho que seria candidato à prefeito, horas antes do Brasil Urgente entrar no ar. "Tenho duas propostas, uma bem clara, de ser candidato a vice, praticamente mais ou menos acordada, e tem a probabilidade de eu ser candidato a prefeito pelo MDB. Agora, eu estou vendo tanta bandalheira no meio dessa pandemia que estou pensando se eu saio candidato a alguma coisa mesmo", afirmou.

No entanto, instantes depois, para Cátia Fonseca, ao vivo, negou: "Não vou fazer nada, fique tranquila. A Band vai ter que me aguentar mais tempo. Eles estão torcendo para eu sair candidato para ficarem livres de mim. Eles vão ter que me segurar por mais tempo".





LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!