Prefeito do Rio

Jornal da Record ignora denúncia da Globo contra Crivella

JN expôs funcionários públicos pagos para atrapalharem repórteres

Jornal da Record ignora denúncia da Globo contra Crivella
Christina Lemos e Sergio Aguiar, apresentadores do Jornal da Record (Foto: Reprodução/RecordTV)

Publicado em 01/09/2020 às 21:27:41

Por: Paulo Pacheco

O presidente da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, Jorge Felippe, aceitou o pedido de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella. A notícia, porém, foi ignorada pelo Jornal da Record nesta terça-feira.

Crivella é sobrinho de Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Record. Segundo denúncia da Globo, a Prefeitura do Rio paga para funcionários públicos atrapalharem repórteres em frente a hospitais.

O Jornal da Record investiu em reportagens policiais e noticiou o diagnóstico de cálculo renal do presidente Jair Bolsonaro. Sobre a queda histórica do PIB (Produto Interno Bruto), o telejornal informou que "o resultado era esperado".

O Jornal Nacional, por sua vez, iniciou a edição desta noite analisando os prejuízos da recessão econômica para o brasileiro, e informou a prisão de "guardiões do Crivella", como são chamados os servidores públicos que impedem o trabalho de jornalistas.

Na última segunda, a Globo expôs funcionários da Prefeitura do Rio que atrapalham repórteres da emissora com gritos de "Globo lixo", "fake news" e "É Bolsonaro".

Para flagrar os servidores públicos, o jornalista Paulo Renato Soares forjou uma reportagem em frente a um hospital. A Globo apurou que os grupos ficam próximos a centros médicos tentando impedir que equipes de TV denunciem o mau atendimento no serviço de saúde municipal.

Enquanto entrevistava um paciente, um rapaz se aproximou da equipe da Globo aos gritos, com o objetivo de atrapalhar o repórter. Outro registra com o celular. Juntos, eles recebem mais de R$ 6 mil da Prefeitura do Rio.

A Globo teve acesso a grupos de WhatsApp com os "derrubadores" de reportagens. Um deles se chama "Guardiões do Crivella", em referência ao prefeito do Rio e ex-bispo da Igreja Universal.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!