Disputa

Há 15 anos, SBT fez acordo milionário para ficar com Chaves e barrar a Globo

Silvio Santos desembolsou US$ 1,5 milhão para que o mexicano não fosse para concorrência

Há 15 anos, SBT fez acordo milionário para ficar com Chaves e barrar a Globo
Em 2005, Chaves quase foi para Globo, mas contrato milionário manteve o mexicano no SBT - Foto: Reprodução

Publicado em 01/08/2020 às 16:50:00

Por: Walter Felix

Fora da TV brasileira após 36 anos no ar, Chaves foi o principal curinga do SBT nestas três décadas. Mesmo sendo garantia de audiência na programação, em 2005, a emissora de Silvio Santos ameaçou não renovar o contrato com a Televisa, que detém os direitos de exibição da série. As negociações só chegaram ao fim após um acordo milionário e a sondagem da Globo para comprar o seriado.

Há 15 anos, a Televisa triplicou o valor para a renovação do contrato: exigiu US$ 1,5 milhão por um ano de exibição de Chaves. Até então, o SBT pagava US$ 500 mil pela série. O sinal de que o acordo entre as empresas chegaria ao fim despertou interesse entre outras emissoras, incluindo a Globo, que tomou a dianteira para adquirir o passe da atração mexicana.

Apesar da boa audiência, o que se comentava é que Chaves não atraía anunciantes, parte principal da renda das emissoras de TV. Reportagem da Folha de S.Paulo, à época, apurou que a intenção da Globo era tirar a atração do SBT, que, por vezes, deixava a rival em segundo lugar no Ibope.

Anos antes, em 2001, o humorístico chegou a derrotar a reprise da novela Roque Santeiro, no Vale a Pena Ver de Novo. O Mais Você de Ana Maria Braga, quando exibido à tarde, e o Globo Esporte também já haviam sido fregueses do menino do barril. A compra não implicaria, necessariamente, na exibição do programa: havia a possibilidade de que, uma vez na Globo, Chaves fosse para a madrugada, ou mesmo para a gaveta. 

A Televisa chegou a realizar um leilão entre os canais brasileiros, episódio que acendeu o alerta do SBT. Ao final, as emissoras entraram em um acordo e Silvio Santos aceitou pagar o valor proposto inicialmente, garantindo o mexicano em sua programação por mais três anos.

O pacote acertado entre os canais incluía ainda episódios de Chapolin e Chespirito.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!