Reportar erro
Campeão

Richarlyson vence Made in Japão e fatura R$ 500 mil

Esportista disputou a final do reality show com Maureen Maggi e Flávio Mendonça

Richarlyson foi o grande vencedor do Made in Japão, reality show comandado por Sabrina Sato
A apresentadora Sabrina Sato fez ao vivo o anúncio da vitória de Richarlyson no Made in Japão - Foto: Reprodução/Record
Redação NT

Publicado em 28/06/2020 às 15:10:00

A primeira temporada do reality show Made in Japão, comandado por Sabrina Sato, chegou ao fim neste sábado (27), na Record. O anúncio do vencedor foi feito ao vivo: o esportista Richarlyson ficou em primeiro lugar e levou o prêmio de R$ 500 mil. A atleta Maurren Maggi foi a segunda colocada e o modelo Flávio Mendonça, o terceiro.

O anúncio da vitória no Made in Japão foi recebido com emoção por Richarlyson, que não conteve as lágrimas. "Eu vou chorar mesmo, não acredito! Eu sempre pensei no coletivo, no time. Nunca pensei individualmente", desabafou o esportista, após uma trajetória de altos e baixos no reality show da Record.

Ao longo dos 25 dias de confinamento, em que os participantes tiveram que enfrentar provas loucas, no estilo dos programas de TV japoneses, Richalyson teve uma relação conturbada com os demais competidores. Discutiu, por duas vezes, com Flávio Mendonça por questões ligadas às provas.

No episódio final, dos nove candidatos em jogo, apenas os seis mais bem classificados passariam para a semifinal, quando zeraria o placar e de onde sairia o trio postulante ao prêmio. As provas haviam sido realizadas em fevereiro, mas o resultado final (desconhecido pelo elenco) era segredo guardado a sete chaves.

Trajando fantasia, os três classificados para a grande final tiveram que girar em uma plataforma antes de enfrentar uma série de desafios, como mergulhos para pegar bexigas cheias de líquido, uma barreira a ser vencida, o manuseio de um frágil recipiente e até um labirinto. Ganhava quem melhor preenchesse um cilindro com esse líquido das bexigas, transportado ao longo do percurso.

No anúncio em tempo real, transmitido com apenas os finalistas no palco, a equipe da Record seguiu os protocolos de segurança e distanciamento. Os demais competidores, conectados a uma plataforma de vídeo, apareceram em um telão e revelaram para quem torciam.

Além dos finalistas Richarlyson, Maurren e Flávio, participaram do Made in Japão: a ginasta Daniele Hypólito, a mãe da cantora Ludmilla, Silvana Oliveira; a modelo Luiza Ambiel; o ator Gui Santana; a ex-panicat Babi Muniz e o vencedor do BBB3, Dhomini, ex-namorado de Sabrina Sato.

Mais Notícias