polêmica

Coronavírus: RedeTV! não suspende produções e gera tensão entre funcionários

Ao contrário das outras emissoras, produções da RedeTV! não foram canceladas


Marcelo de Carvalho segue à frente do Mega Senha em meio à pandemia do coronavírus
Em vídeo, Marcelo de Carvalho defendeu postura da RedeTV! diante do coronavírus - Foto: Reprodução/RedeTV!

A RedeTV! é a única emissora da TV aberta brasileira que não suspendeu as gravações de seus programas neste contexto de pandemia do coronavírus. Globo, Record e SBT optaram em reprisar suas atrações.  A decisão do canal paulista acabou gerando um clima de insegurança entre seus profissionais pela saúde.

Segundo apurou o NaTelinha, as gravações dos programas da RedeTV! seguem seu curso, mesmo diante das recomendações de todos os órgãos de saúde. Em todo o mundo, a ordem é evitar aglomerações e permanecer em isolamento social a fim de evitar a proliferação da COVID-19.

Por conta da postura, a alta direção do canal tem recebido críticas e gerado uma insatisfação interna. Os empregados têm reclamado da falta de zelo, o que coloca em risco a vida de todos os envolvidos - incluindo convidados e entrevistados das atrações.

A RedeTV! foge à regra adotada pelas principais emissoras do país, em que a grande maioria das produções está suspensa até segunda ordem. Na Globo, por exemplo, até mesmo a atração de maior audiência saiu do ar: a inédita Amor de Mãe dará lugar à reapresentação de Fina Estampa a partir de segunda-feira (23). Nas próximas semanas, todas as faixas de novelas serão ocupadas por reprises. 

Frota de carros da RedeTV! está inativa

Ainda de acordo com fontes do NaTelinha, a frota de carros da emissora está inativa. Desta forma, o elenco da RedeTV! precisa recorrer a aplicativos de mobilidade urbana, única saída para apresentadores, jornalistas e convidados. O fato aumenta a tensão e gera pânico, já que os automóveis nem sempre são devidamente higienizados.

Uma das saídas apontadas por funcionários é a reativação da frota particular da RedeTV!, o que daria o mínimo de segurança aos profissionais que, atualmente, estão totalmente expostos à contaminação. A medida, de qualquer forma, implicaria na contratação de motoristas - algo que parece inviável no atual cenário.

Além disso, em diversas cidades brasileiras, o transporte público já está limitado a profissionais de saúde. A situação aumenta a impossibilidade de diversos empregados irem trabalhar. Na madrugada deste domingo (22) Marcelo de Carvalho publicou em seu Twitter sobre seu temor do coronavírus afetar a economia do país.

Em vídeo, Marcelo de Carvalho defendeu a RedeTV!

Durante a gravação do Mega Senha na última quinta-feira (19), o apresentador Marcelo de Carvalho, vice-presidente da RedeTV!, defendeu a postura da emissora. Ele argumentou que os programas estão sendo gravados sem plateia e medidas de segurança já foram colocadas em prática.

“Não tem ninguém nem na minha plateia, nem em nenhuma plateia de nenhum programa da RedeTV!. Essa é minha produção, toda de máscara, todos comparecendo com todos os protocolos exigidos”, disse, exibindo a equipe.

"Toda televisão tem álcool em gel, toda televisão tem esquema de prevenção. Nós temos um protocolo para quem entra, um protocolo para quem sai, um protocolo de desinfecção dos equipamentos, das ilhas de edição e dos computadores", prosseguiu Marcelo.

Ele ainda informou que artistas e demais contratados de todos os setores do canal receberam autorização para fazer home office, incluindo sua secretária. Outros funcionários, com mais de 60 anos, foram "convidados a trabalhar de casa", caso de Boris Casoy e Nelson Rubens.

 

Mais Notícias