Reportar erro
Polêmica

Fátima Bernardes sai em defesa de jornalista e critica Bolsonaro: "Muito triste"

Apresentadora não gostou da frase do presidente

Fátima Bernardes
Fátima Bernardes se posicionou contra Bolsonaro - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 19/02/2020 às 10:41:00

Fátima Bernardes abriu o Encontro nesta quarta-feira (19) exibindo a Nuvem de Palavras no telão do programa e mostrou que o nome do presidente Jair Bolsonaro estava entre os mais citados. A apresentadora criticou o comportamento do político, que insultou, com insinuação sexual, a repórter Patrícia Campos de Mello, do jornal Folha de S.Paulo.

“É muito triste o presidente do nosso país com uma declaração como essa, tentando fazer um ataque sexual a uma jornalista respeitada. Mas é muito frustrante, porque nós, mulheres, lutamos por espaço, por respeito e deixa todas nós indignadas quando a gente vê um ataque como esse partindo da pessoa que tem o cargo mais alto e importante do país. Ele se esquece que ele governa pra todas as mulheres e pra todos os homens e o comportamento dele serve de referência para todos do nosso país”, disparou a comunicadora.

Fátima não foi a primeira global a se manifestar contra as palavras do presidente. Renata Lo Prete, no Jornal da Globo, na madrugada de quarta, mostrou sua indignação com a postura de Bolsonaro.

“Antes de continuar, como jornalista e mulher, eu não posso deixar de dizer que meu sentimento é o das minhas colegas e meus colegas: profunda indignação”, comentou. “Isso não tem nada a ver com política, tem a ver com a dignidade das pessoas que todos nós temos que respeitar a começar pelo presidente que por suas palavras parece se eximir dessa obrigação tão básica”, acrescentou.

Frase de Bolsonaro que incomodou Fátima Bernardes

Fátima Bernardes sai em defesa de jornalista e critica Bolsonaro: \"Muito triste\"

Essa indignação surgiu por conta da fala de Bolsonaro na manhã da última terça-feira (18), quando ele afirmou que a jornalista Patrícia “queria dar um furo”, referindo-se a uma reportagem realizada por Campos com um ex-funcionário de uma agência de disparos em massa nas redes sociais.

“Olha a jornalista da Folha de São Paulo. Tem mais um vídeo dela aí. Eu não vou falar aqui que tem senhora aqui do lado, ela falando: 'Eu sou a tatatata do PT'. Está certo? E o depoimento do River, foi no final de 2018 para o Ministério Público, ele diz do assédio da jornalista em cima dele, ela queria um furo, ela queria dar um furo a qualquer preço contra mim”, ironizou o presidente.

Jornalistas de diversos veículos de seguiram a mesma linha de Renata Lo Prete e Fátima e criticaram o comportamento de Jair Bolsonaro.

Mais Notícias