Reportar
erro
Aqui na Band

Caçulinha fala de Faustão e se conseguiu fazer pé de meia: "Meia eu tenho bastante, agora o pé..."

"Eu frequento a casa dele. Me dá muito presente", diz Caçulinha


Caçulinha no Aqui na Band
Caçulinha trabalhou na Globo por 26 anos - Reprodução/TV Bandeirantes
Por Redação NT

Publicado em 09/12/2019 às 10:55:00

Caçulinha, músico e compositor que fez longeva parceria com Fausto Silva, esteve no Aqui na Band nesta segunda-feira (9) para falar sobre sua carreira no quadro Doce Veruska, de Veruska Boechat.

Na atração, Caçulinha recordou que começou a tocar com 8 anos o instrumento acordeon. E anos mais tarde, se apresentou no Clube do Guri, na extinta TV Tupi, ao lado da irmã.

Nos anos 60, passou a fazer parte do elenco fixo de Elis Regina e Jair Rodrigues. Foi a partir daí que Caçulinha firmou-se no cenário nacional. Primeiro, com o sertanejo. Depois, com o MPB, com o piano e acordeon. "Antigamente, o tom errado dava risada de todas as partes", divertiu-se.

Na década de 1980, ganhou seu primeiro programa na Band, o Caçulinha Entre Amigos. "Teve uma vez tinha um patrocinador de uísque e eu não estava acostumado. Eu dei um golão, mas pra falar...", gargalhou.

Relação com Faustão

Foi esse humor que o aproximou de Faustão. Primeiro, na Band, no extinto Perdidos na Noite, e depois sim, no Domingão. "Ficamos amigos, nós viajávamos juntos. Ele contava piada e eu tocava. Fiquei 26 anos lá [na Globo]", relembrou.

Veruska pediu para Caçulinha contar uma história de quando Faustão fez com que ele tocasse numa jaula. "Entrei aqui na porta, quando vi fiquei olhando. Quando fiz assim [toquei], o leão fez assim [cara de susto]. O Faustão arruma cada confusão...", afirmou ele.

Perguntado se fez seu "pé de meia", lamentou: "Meia eu tenho bastante. Agora o pé... Mudou muito. Ninguém tá muito ligado em música".

Perguntado como está sua relação com Faustão, Caçulinha elogiou o amigo: "Eu frequento a casa dele. Me dá muito presente. Me ajuda muito. Vou lá em todas as festas, reuniões. Continuo amigo, lógico".

Mais Notícias