Especial

Raio-X da fofoca: Programas ganham espaço e formam nova guerra vespertina da TV

SBT, RedeTV!, Gazeta e Record apostam no mundo dos famosos para angariar público


Leo Dias, Fabíola Reipert, Sônia Abrão e Regina Volpato
Programas de fofocas estão ganhando mais espaço na TV - Foto: Montagem

Se o período da manhã se tornou estratégico para as emissoras de TV apostarem em notícia na guerra pelo Ibope, o horário matutino tem se provado como a faixa da "fofoca". Diversas atrações dedicadas ao universo dos famosos e da televisão passaram a tomar conta da programação, do "Balanço Geral", com a "Hora da Venenosa", na Record, ao "Fofocalizando", no SBT.

Nos anos 90, o horário da tarde propunha uma programação mais leve, que alternava entre as donas de casa e as crianças, como produções mexicanas e desenhos japoneses. Porém, o momento é outro e hoje as atrações de fofoca estão dominando a faixa vespertina.

Diante disso, fizemos um Raio-X das principais produções de fofoca que brigam pela audiência na TV.

“Balanço Geral” - Record

Raio-X da fofoca: Programas ganham espaço e formam nova guerra vespertina da TV

No ar das 12h às 15h o “Balanço Geral” é veiculado em diversas praças, cada um com seu apresentador. Além das notícias do cotidiano das cidades brasileiras, o jornalístico aposta num momento descontraído para trazer as principais fofocas do mundo das celebridades. 

Com o sucesso do formato do telejornal originado no Rio de Janeiro sob comando de Wagner Montes,  a Record criou uma linha editorial para que todas as afiliadas pudessem seguir seu padrão. 

Em São Paulo, a responsável pelas informações do entretenimento é Fabíola Reipert, que ganhou o quadro “Hora da Venenosa”. No Rio de Janeiro, Amin Khader é quem comanda o espaço. O momento se tornou fixo no telejornal em 2014 e tem mantido excelentes índices de audiência, tendo uma média de 9 a 11 pontos e derrotando o “Globo Esporte”, “Jornal Hoje” e a “Sessão da Tarde”.

“Fofocalizando” - SBT

Raio-X da fofoca: Programas ganham espaço e formam nova guerra vespertina da TV

O nascimento do programa ocorreu em 2016, mas com o nome “Fofocando”. Mamma Bruschetta e Leão Lobo foram os primeiros apresentadores, tendo um assistente com um saco na cabeça, sendo revelado que se tratava de Dudu Camargo. Pouco tempo depois, Mara Maravilha passou a compor o time de comunicadores da atração.

Com várias mudanças de horário, o “Fofocando” vira “Fofocalizando”. Décio Piccinini, Lívia Andrade e Leo Dias passaram a compor a produção, dividindo espaço com os outros apresentadores.  Mara deixou o programa em agosto de 2018.

O “Fofocalizando”, que tem direção de Caco Rodrigues, é exibido das 15h00 às 16h15, tendo uma audiência que gira entre os 5 e 7 pontos. É, atualmente, o programa de fofoca com maior repercussão na TV brasileira, não apenas pelas notícias que dão, mas também por conta dos bastidores da atração.

“Mulheres” - Gazeta

Raio-X da fofoca: Programas ganham espaço e formam nova guerra vespertina da TV

Um dos programas mais antigos da TV brasileira, o “Mulheres” surgiu em 1980. Durante décadas, a atração teve uma linha mais sóbria e foi se popularizando aos poucos. As fofocas ganharam força quando Leão Lobo dividiu o comando da produção com Márcia Goldschmidt em 2000.

Cátia Fonseca assumiu o programa em 2002 e trouxe um estilo mais descontraído. Ganhou como parceira Mama Bruschetta e criou a roda da fofoca. Ao longo dos anos, passaram outros jornalistas para trazer notícias da televisão e celebridade.

Hoje o “Mulheres” é dirigido por Ocimar de Castro, apresentado por Regina Volpatto e a roda da fofoca tem como integrantes o jornalista Fernando Oliveira e o humorista Guilherme Uzeda, a “Tia”. A audiência do programa chega a ter pico de dois pontos em algumas edições.

“A Tarde é Sua” - RedeTV!

Raio-X da fofoca: Programas ganham espaço e formam nova guerra vespertina da TV

Sônia Abrão voltou a emissora e nasceu a atração em 2006. A apresentadora foi se renovando ao longo do tempo, contudo, nunca deixou de lado a roda da fofoca. A jornalista teve momentos memoráveis à frente da produção, como dar exclusivas de spoiller de novelas, trazer entrevistas polêmicas de celebridades, entre outras coisas.

Dirigido por Elias Abrão, irmão da comunicadora, o programa tem quadros populares, como a "Geladeira". O espaço é dedicado exclusivamente aos artistas levados para o freezer, pois tiveram um comportamento duvidoso, no ponto de vista dos comentaristas da atração e de Sônia Abrão.

Passam pela mesa da apresentadora para falar do mundo da televisão e dos famosos os jornalistas e colunistas Alessandro Lo-Bianco, Felipeh Campos, Léo Áquilla, Márcia Piovessan, Vladmitir Alves e Thiago Rocha. 

O “A Tarde é Sua” é concorrente direto do “Fofocalizando” e tem uma audiência média de 2 pontos.

“Melhor da Tarde” – Band

Raio-X da fofoca: Programas ganham espaço e formam nova guerra vespertina da TV

Cátia Fonseca deixou o “Mulheres”, programa da TV Gazeta, em 2018, e foi buscar um novo desafio na Band: aumentar a audiência e acabar com o prejuízo da faixa vespertina da emissora. Com a estreia do “Melhor da Tarde”, todas as metas foram atingidas no primeiro ano.

Apesar de não brigar pela vice-liderança, como chegou a ser cogitado, o programa consegue manter uma audiência que gira entre 1 e 2 pontos. Uma das apostas para manter o interesse do público é falar do mundo das celebridades.

Com direção de Rodrigo Riccó, a atração busca apresentar manchetes chamativas para atrair os telespectadores quando o assunto é televisão e a vida dos famosos. Cátia Fonseca tem como concorrentes diretos o “A Tarde é Sua” e o “Mulheres”.

Mais Notícias