Reportar erro
Entrevista

Edmundo fala sobre Neymar no "The Noite": "Maria chuteira ainda existe"

Ex-jogador do Vasco e atual comentarista esportivo do Fox Sports está lançando sua biografia

edmundo_gentili_644ba045691db63ef9367ed1661cc096fb8f0036.jpeg
O ex-jogador foi ao programa de Gentili falar de sua biografia - Gabriel Cardoso/SBT
Redação NT

Publicado em 10/06/2019 às 19:15:49

Convidado do "The Noite" desta segunda-feira (10), o ex-jogador de futebol Edmundo falou sobre o Caso Neymar. Em entrevista a Danilo Gentili, o atual comentarista do Fox Sports acredita na inocência do atacante do Paris Saint-Germain e falou de suas próprias experiências com pessoas que tentam "tirar algum proveito depois".  Ele também contou sobre o lançamento de sua biografia. Escrita pelo jornalista Sérgio Xavier, a publicação contou com colaborações de Edmundo.

Gentilli puxou o assunto Neymar e o ex-craque do Palmeiras deu sua opinião. “Eu acredito nele. Até agora a história dela (Najila) não convence, mas isso é mais rotineiro do que parece. Certeza que essa menina não foi a primeira que foi a Paris se hospedar em um hotel. Maria chuteira ainda existe", disse.

O apresentador também questionou se ele já tinha passado por situação semelhante. Edmundo afirma que nunca sofreu uma "acusação gravíssima", mas que já apareceu em sua vida "gente se oferecendo pra tentar tirar algum proveito depois, aos montes”.

Antes de brilhar no Palmeiras e, posteriormente, no Vasco, Edmundo passou pelo Botafogo. Ele recordou a demissão do clube carioca: "Alegaram que eu andava pelado na concentração. E era verdade. Quem é do Rio de Janeiro sabe que um dos lugares mais quentes é Marechal Hermes (bairro da capital). A gente morava em um local que cabiam 10, 12 pessoas e moravam uns 30. Então a gente dormia pelado, ia tomar uma chuveirada e voltava para dormir mais um pouquinho. Nesse trajeto alguém viu”.

Problemas em casa

Os conflitos para conseguir se tornar um jogador também foram descritos, especialmente com o pai. "Eu demorei a subir para o profissional. E meu pai sempre brigava comigo falando que aos 9 anos ele tinha dois empregos. Ele me enchia um pouco o saco de que futebol não dava camisa a ninguém”, relembrou. 

Mas foi com o esporte que ele conseguiu se solidificar financeiramente. “Ajudei todos da minha família, dei casa própria pra todos os meus tios, mas virei pai dos meus pais e é muito ruim e triste isso. Eu tinha 19 anos e não tinha a capacidade de ser um chefe de família”, pontuou.

O "The Noite" vai ao ar logo após o "Conexão Repórter", que nesta segunda apresenta, na íntegra, a polêmica entrevista com Najila Trindade, a modelo que acusa Neymar de estupro.

Mais Notícias