Facão nos filmes

Estorvo na programação da Globo, "Corujão" deve sair da grade diária em 2019

"Corujão" é uma das sessões mais tradicionais da Globo, mas deve dar espaço aos seriados no próximo ano

Cena do filme Amor por Aluguel
"Amor por Aluguel" (2014), filme russo que foi cortado em mais de um quarto devido ao curto tempo de exibição

Publicado em 30/11/2018 às 10:04:12 ,
atualizado em 30/11/2018 às 10:50:49

Por: Thiago Forato

Desde agosto, quando o "Hora 1" ganhou mais uma hora passando a ir ao ar das 4h às 6h, o "Corujão", uma das mais tradicionais sessões de filmes da Globo, foi encolhida.

Atualmente, os filmes do "Corujão" estão indo ao ar por volta das 2h30. Ou seja, teriam que ter 90 minutos de arte e sem intervalos comerciais para não sofrerem cortes e serem exibidos na íntegra.

Por conta disso, segundo apurado pelo NaTelinha, a direção da Globo já estuda tirar a sessão de filmes da grade de programação diária, fazendo com que ela fique somente nas madrugadas de sábado e domingo, quando não há jornalismo ao vivo. As séries enlatadas devem ganhar espaço.

Em 2019, as novas temporadas de "Supergirl", "Gotham", "Flash" e "Legends of Tomorrow" devem ocupar a faixa no formato de novela - isto é, diariamente, como já ocorre. Hoje, a Globo está reprisando as duas primeiras temporadas de "Empire: Fama e Poder" depois do "Conversa com Bial".

As séries vêm marcando entre 4 e 5 pontos de audiência, sofrendo com a concorrência do SBT em alguns dias. Mas a ideia é investir ainda mais em séries enlatadas para anteceder o "Hora 1" e voltar os esforços diários para a escalação da "Sessão da Tarde", que vem capengando no Ibope, com médias de 11 pontos na Grande São Paulo.

O "Corujão" foi criado em 1972 com o título de "Sessão Coruja" e passou a se chamar "Coruja Colorida" em 1974. Apenas em 1986 o nome "Corujão" foi adotado. Com o fim do "InterCine" em 2010, passou a preencher mais tempo da madrugada da Globo, fazendo com que a emissora caprichasse mais nas escalações de seus longas.

Hoje, no entanto, qualquer filme escalado tem sofrido com os cortes devido ao curto tempo que tem. Na última quarta-feira (28), por exemplo, "Amor por Aluguel", que tem 100 minutos, começou às 2h40. Com os comerciais, foi condensado em mais de um quarto.

Procurada pela reportagem, a Globo diz que não há previsão do "Corujão" deixar de ser diário.



publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!